JP News

Fundado em 1949, on line desde 2000
Edição Impressa22 de Abril 2017 - 67 anos - 5.884Ler Jornal
Jornal de Hoje
8294
SENAI
Expectativa

Petrobras vai licitar venda da UFN3 e obra pode ser retomada neste ano

Tribunal de Contas da União autorizou Petrobras dar continuidade ao processo de vendas dos seus ativos, entre eles, da UFN3

18 MAR 2017 - 09h:06Por Ana Cristina Santos

A Petrobras vai abrir licitação para vender a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFN3) de Três Lagoas. A previsão, segundo o senador Pedro Chaves (PSC/MS), é de que a obra, paralisada em dezembro de 2014, possa ser retomada ainda neste ano, e gerar sete mil postos de trabalho para a conclusão. 

Nesta semana, o Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou a Petrobras dar continuidade ao processo de vendas dos seus ativos, entre eles, a fábrica de fertilizantes. A venda dos ativos estava suspensa desde dezembro do ano passado, quando o TCU determinou a suspensão do processo, a fim de examinar os procedimentos adotados pela estatal.

De acordo com o senador, dentro de 20 dias, ele vai se reunir com o presidente da Petrobras, Pedro Parente, para discutir o processo de venda da UFN 3 que, segundo ele, já está bem adiantado, porque existem empresas interessadas em adquirir o empreendimento.  Um consórcio chinês, que tem a Sinopec Petroleum - que formava o Consórcio UFN 3, com a Galvão Engenharia - tem interesse em comprar a fábrica. A multinacional norueguesa Yara Brasil também já demostrou interesse.

Segundo Pedro Chaves, a desistência da Galvão Engenharia do projeto foi um dos fatores que contribuiu para acelerar esse processo de venda da fábrica. A empresa pediu recuperação judicial. “A partir de agora, a Petrobras pode dar continuidade no processo de venda. Agora está totalmente liberado. A Galvão Engenharia transferiu sua parte para esse novo grupo”, disse.

Ainda de acordo com o senador, entre as exigências feitas pelo TCU está que o novo grupo que comprar a fábrica, pague os fornecedores, cuja dívida soma cerca de R$ 40 milhões.“ É só ter um pouquinho de paciência, porque está se equacionado agora esse grupo. O mais importante é que o TCU conseguiu liberar [a venda] sem nenhuma restrição, sem nenhuma diligência. A Petrobras a partir de agora, terá que cumprir apenas a legislação, que é vender por preço justo, o que já está pactuado isso”, adiantou.

A fábrica foi orçada em aproximadamente R$ 4 bilhões. Até agora, já foram investidos na obra, R$ 3,2 bilhões. Pelo levantamento realizado, seriam necessários cerca de R$ 700 milhões para a conclusão da fábrica, que já está com 82% das obras executadas.

Para Chaves , a conclusão e operação da UFN 3 será importante para reduzir a importação de fertilizantes. A fábrica local vai contribuir com 20% da produção nacional desse insumo, que é de 50%. “Essa fábrica é importante para o agronegócio do nosso país, sem contar que tem o efeito cascata, pois a cidade deve atrair outros empreendimentos devido a UFN 3”, destacou.

Desde o lançamento do projeto, em 2011, foi divulgado que Três Lagoas poderia se transformar em polo petroquímico. A Petrobras já declarou por diversas vezes que pretende sair do seguimento de fertilizantes e que o foco da estatal é investir nos segmentos de petróleo e gás natural.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Justiça
Conscientização
Festa no céu
Competição
Ver Todos os Programas da TVC
6956