JP News

Fundado em 1949, on line desde 2000
Edição Impressa22 de Abril 2017 - 67 anos - 5.884Ler Jornal
Jornal de Hoje
8294
Hospital Auxiliadora
Estupro

Homem suspeito de abusar sexualmente da filha da namorada é preso pela Polícia Militar

A menina disse que essa não era a primeira vez que ele mantinha relações sexuais com ela

19 MAR 2017 - 10h:32Por Celso Daniel

Um homem de 62 anos foi preso pela Polícia Militar de Três Lagoas na noite do sábado (18) sob a suspeita de ter estuprado uma menina de 11 anos. A vítima é filha da namorada do suspeito.  A prisão ocorreu depois que a mãe da menina chamou a polícia durante uma briga entre o casal e a vítima contou que teria sido estuprada pelo namorado na mulher na manhã do sábado.

Por volta das 22h30 uma equipe da Rondas Ostensivas e Táticas do Interior foi chamada até o bairro Jardim da Violetas para atender uma ocorrência de violência doméstica. Quando a equipe policial chegou ao local, a mulher de 38 anos contou que brigou com o namorado de 62 anos depois que ela descobriu que ele teria mantido relações sexuais com a menina de 11 anos na manhã do sábado.

A mãe da menina contou aos policiais que o homem levou a mulher para a casa dele, para que ela pudesse limpar o imóvel e enquanto ela estava na residência dele, o suspeito retornou a casa da namorada e obrigou a menina a manter relações sexuais com ele. A menina ainda contou que essa não era a primeira vez que o suspeito tinha praticado o abuso sexual. Ela revelou que o homem ameaçava a menina, dizendo que mataria ela e a mãe caso a garota contasse o que ele fazia e disse ainda que essa não era a única vez que ele a estuprava. A mulher disse que antes da chegada da polícia os dois discutiram e que o suspeito invadiu a casa da mãe da vítima e os dois começaram uma briga. O homem – segundo a mulher – no meio da discussão, pegou uma certa quantia em dinheiro da namorada que estava em uma sapateira e saiu tomando rumo ignorado.

Após o relato desesperado da mulher, a equipe da Rotai começou a realizar diligências com o apoio do Serviço de Inteligência da Polícia Militar. O suspeito foi encontrado pela equipe da Rotai sentado em um bar localizado no bairro Vila Nova. Segundo o registro policial, ele estava bastante nervoso e negou as acusações. Ele foi levado até a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) para as providências legais.

EXAME MÉDICO

Enquanto era elaborado o boletim de ocorrências da Polícia Militar, o Conselho Tutelar foi chamado e a equipe de plantão foi até a delegacia. A conselheira de plantão ouviu a versão da mãe e da menina e as duas foram levadas até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para que a vítima pudesse passar por exames médicos que são feitos em vítimas de estupro. A decisão foi tomada devido ao relato da menina que afirmou que o suspeito teria consumado o ato sem utilizar nenhum tipo de preservativo.

Em contato pelo telefone, a equipe de reportagem conversou com a conselheira de plantão que acompanhou a vítima na unidade de saúde e segundo a conselheira, o exame confirmou que a menina teria sido violentada sexualmente.

O suspeito foi levado a Depac e a delegada de plantão autuou em flagrante o suspeito e a informação obtida pela reportagem é de que ele continua preso na Delegacia.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Justiça
Conscientização
Festa no céu
Competição
Ver Todos os Programas da TVC
6956