JP News

Fundado em 1949, on line desde 2000
Edição Impressa22 de Abril 2017 - 67 anos - 5.884Ler Jornal
Jornal de Hoje
8281
Nova Estrela Aplicativo
VANDALISMO E FALTA DE EDUCAçãO

Parque Espelho d'Água sofre com ação de vândalos e falta de educação de alguns frequentadores

Bancos, telhas, luminárias e lâmpadas roubadas ou quebradas; garrafas plásticas e de vidro jogadas nos lagos, restos de comida e até preservativos são espalhados pelo local

19 MAR 2017 - 15h:39Por Leonardo Guimarães

O Parque Espelho d’Água, em Paranaíba (MS), tem sofrido com ação de vandalismo e mau uso por parte de alguns frequentadores local. Além de servir como área de lazer e prática de exercícios físicos, o parque se tornou uma espécie de cartão postal da cidade.

Após receber denúncias de pontos de uso de drogas, vandalismo, agressões a aves – patos e gansos - que habitam o local e morte de peixes que vivem nos lagos do parque, uma equipe do JP News esteve no lugar e registrou inúmeras evidências da ação de vândalos e da falta de civilidade de alguns usuários do local.

Bancos, telhas, luminárias e lâmpadas roubadas e/ou quebradas; garrafas plásticas e de vidro jogadas nos lagos, restos de comida, preservativos e muita sujeira espalhada pelas duas partes que compõem o parque, além de banheiros sujos e em péssimo estado de conservação, geram indignação por parte de pessoas que fazem o uso consciente do local com amigos e familiares.

“Ninguém é contra se divertir aqui no parque, a gente só queria que não fizessem o que estão fazendo; destruindo o local. É um absurdo. Depois reclamam que a cidade não tem nada e saem criticando”, disse Marlene Aparecida Silveira, 50 anos, frequentadora do parque com sua família e amigos, e que estava presente no momento em que nossa equipe registrava as imagens.

Uma equipe de limpeza da Prefeitura Municipal também estava no local, e em conversa com nossa equipe, um dos responsáveis pela limpeza disse que é difícil a manutenção do lugar, pois pouco tempo após equipes efetuarem a limpeza, vândalos voltam a agir e frequentadores a espalhar sujeira pelo local. “É complicado. A gente vem, poda, limpa e recolhe tudo, mas na mesma semana já sujam tudo novamente”, disse.

Mesmo com lixeiras disponíveis ao longo do parque - algumas também destruídas por vândalos - muitas pessoas preferem ignorar o uso, espalhando lixo pelo local. Existem câmeras de segurança instaladas em pontos estratégicos, o que não tem coibido a ação destruidora de vândalos e alguns frequentadores do lugar. A Polícia Militar realiza rondas periódicas no local, mas é impossível manter um patrulhamento exclusivo para o parque.

Nos últimos meses, jovens tem se reunido no local nos finais de semana, nas pistas e ao redor das lagoas; há consumo de bebida alcoólica e, em alguns casos, piqueniques e churrascos são feitos no local. Segundo frequentadores, é comum encontrar muita sujeira espalhada ao final dessas reuniões. 

Consequências

Na última quinta-feira (16), Uma denúncia feita por leitores do JP News deu conta de que vários peixes amanheceram mortos do nos lagos do Espelho d´Água. Nas imagens enviadas pelos leitores, pelo menos dois peixes aparecem boiando.

O secretário de Obras, Urbanismo, Habitação e Meio Ambiente, Gilvan Fonseca, disse que enviaria técnicos para apurar a morte dos peixes.

O local também é habitado por aves - patos e gansos -, e uma série de ataques a esses animais aconteceu entre o final de 2016 e início de 2017. Várias aves foram mortas a golpes de pedaços de madeira e pedradas. Uma testemunha que precensiou um momento em que esses animais eram atacados, disse ao JP News que adolescentes que comentiam o ato se divertiam com a situação.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Justiça
Conscientização
Festa no céu
Competição
Ver Todos os Vídeos da TVC
6956