Rio 2016

Silvânia conquista ouro em final emocionante

Atleta três-lagoense se equipara ao irmão Ricardo e conquista 2ª medalha da família

Postado em 17 de SETEMBRO de 2016 às 8:55
Divulgação/ CPB
Silvânia competiu ontem e conquistou sua primeira medalha em olimpíada - a segunda de Três Lagoas

Por Valdecir Cremon

O Brasil fez dobradinha,  ontem, no pódio do salto em distância categoria T11 feminino, para deficientes visuais, disputada no estádio do Engenhão, nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. A atleta três-lagoense Silvânia Costa conquistou a 11ª medalha de ouro do Brasil na competição. A também brasileira Lorena Spoladore ficou com o bronze.

A conquista de Silvânia foi confirmada apenas no último salto. Foi quando ela conseguiu os 4,98m - nove centímetros à frente da marfinense Brigitte Diasso, que era líder até o momento. Lorena fechou o pódio da disputa com um salto de 4,71m.

“Esse resultado é para mim como se fosse um bolo, no qual cada pessoa contribuiu com um ingrediente. Cobro muito de mim mesma nos treinos e sempre dou o meu melhor para chegar à competição e fazer a festa. Até hoje, graças a Deus, nunca deixei uma competição internacional sem a medalha de ouro. Agora sou campeã parapan-americana, mundial e paralímpica”, disse, orgulhosa, Silvânia, atual recordista mundial da prova, com 5,46m e destaque da competição.

Com a conquista, Silvânia se equipara ao irmão Ricardo Costa, medalhista de ouro na competição de salto, no primeiro dia de competições. É dele a primeira medalha de ouro do Brasil na Rio 2016. “Torci muito por minha irmã. Sabia que ela iria conseguir, porque ela é batalhadora, treina bastante e está bem preparada”, disse.

EM FAMÍLIA

A conquista das duas medalhas foi acompanhada de muita emoção e expectativa pela família dos atletas. Os pais Moisés Xavier e Maria Eunice não contiveram a emoção. “Nem dormi a noite”, disse a mãe. Nervosa, ela recebeu parentes e amigos, desde o início dos Jogos.

E resumiu a expectativa. “Meus filhos são vencedores, por tudo o que já enfrentaram na vida. Com as medalhas, são ainda mais”, disse a mãe, após uma explosão de alegria, na casa, ao final da prova de Silvânia.

A chegada dos medalhistas a Três Lagoas está prevista para terça-feira, dia 20.

Últimas Noticias