Polícia

Justiceiros matam duas pessoas suspeitas por assaltos na fronteira. IMAGENS FORTES

Corpos foram encontrados à margem de rodovia, com bilhete de matadores

Postado em 06 de NOVEMBRO de 2016 às 9:40
Júlio Valenzuela/Ronald Diaz
Corpos foram abandonados perto de uma estrada

Por Valdecir Cremon

Duas pessoas foram mortas a tiros, provavelmente na tarde deste sábado (5), e os corpos jogados em uma estrada que liga o distrito de Sanga Puitã a Pedro Juan Caballero (Paraguai) e Ponta Porã (MS). As vítimas tinham as mãos amarradas e marcas de tiros na cabeça e costas. 

Segundo informações da polícia paraguaia, os corpos foram encontrados por volta das 08h deste domingo (06).

Perto dos corpos - que estavam na região de uma escola - havia um cartaz assinado por um suposto grupo de extermínio que se denomina "Justiceiros da Fronteira", que executa assaltantes que agem na região. Também foram encontrados uma máscara, papelão e roupas. 

"Isto é só um aviso para os que estão tirando a paz da população.  Ass: Justiceiros da Fronteira", diz o bilhete.

Não há pistas dos assassinos. As vítimas foram identificadas como Mathias Ariel Riveiros de 16 anos e Wilson Ariel Romero de 15 anos. Ambos eram suspeitos de praticar roubos naquela região. (Colaborou Celso Daniel/TVC e Ronald Diaz/Rádio Sin Fronteras/PJC)

Últimas Noticias