Mundo

Cuba bate recorde de turistas em 2016, com 4 milhões de visitantes

Um total de 136.913 americanos chegaram a Cuba entre janeiro e julho, 79,7% a mais do que no primeiro semestre de 2015

Postado em 02 de JANEIRO de 2017 às 9:30
Agência Lusa/EPA/Ernesto Mastrascusa/Agência Brasil
Aumento do número de visitantes dos Estados Unidos e da Europa é um dos principais responsáveis por essa estatística

Por Redação

Cuba alcançou o recorde de 4 milhões de turistas em 2016, um avanço de 13% em relação ao ano anterior. O aumento do número de visitantes dos Estados Unidos e da Europa é um dos principais responsáveis por essa estatística.

O Ministério do Turismo informou que a ilha alcançou na última sexta-feira (30) os 4 milhões de turistas, "um novo recorde para visitantes internacionais". O número "representa alta de 6% em relação ao previsto para o ano e um crescimento de 13% em comparação com 2015", segundo comunicado publicado no jornal oficial Granma.

Com a reaproximação histórica com os Estados Unidos, os americanos foram, durante o primeiro semestre deste ano, o terceiro grupo mais numeroso por país a visitar a ilha, superados somente por canadenses e cubanos radicados no exterior. Embora para os moradores dos Estados Unidos ainda esteja em vigor a proibição de turismo em Cuba, o presidente em fim de mandato, Barack Obama, flexibilizou as restrições de viagens à ilha com fins educacionais, culturais, esportivos e religiosos.

Um total de 136.913 americanos chegaram a Cuba entre janeiro e julho, 79,7% a mais do que no primeiro semestre de 2015, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas. Outras fontes importantes de turistas para Cuba são a Alemanha, França, Itália, Grã-Bretanha e Espanha.

As autoridades cubanas consideram que o número de visitantes dos Estados Unidos e de cubanos que vivem naquele país pode crescer ainda mais depois que os dois países abriram em agosto voos regulares, após meio século. Os cruzeiros também já haviam sido reativados.

O turismo, com US$ 2,8 bilhões, é a segunda fonte de receitas de Cuba, depois da venda de serviços profissionais, especialmente médicos.

Após meio século de ruptura e confronto político, Cuba e os Estados Unidos restabeleceram relações diplomáticas em julho de 2015, mas Washington mantém em vigor o embargo comercial imposto à ilha em 1962. (Agência Brasil)

Últimas Noticias
Agora na Capa
Política

TRE inocenta prefeito e vice de Aparecida do Taboado

Plantão

01:16

Homenagem

Delegada regional é homenageada em sessão da Câmara de Paranaíba

23:49

Energia elétrica em Mato Grosso do Sul

Energisa Mato Grosso do Sul sobe 11 posições no ranking da ANEEL

20:24

Política

TRE inocenta prefeito e vice de Aparecida do Taboado

20:03

Cultura

Festival de dança com premiação de até R$ 3 mil será realizado em Paranaíba

19:25

Tecnologia

Três Lagoas Florestal apresentará sistema inédito de detecção de incêndio

19:02

Não curtiram

Foragidos postam foto comemorando fuga de delegacia e acabam presos em Três Lagoas

17:59

Comemoração

No Dia do Circo, site de dados sobre arte circense é lançado no Brasil

+ notícias
Mundo
Internacional

China lançará novo satélite meteorológico no segundo semestre deste ano

Direitos Humanos

OEA pede a governos compromisso com princípios da igualdade de gênero

Direitos Humanos

Dia Internacional da Mulher terá greve feminina em diversos países

Coreia do Norte

Líder da Coreia do Norte supervisiona lançamento de mísseis

EUA

Quatro meses depois, brasileiros continuam desaparecidos nas Bahamas

EUA

Trump assina novo decreto que restringe imigração e Iraque sai da lista

União Europeia

Comitê pede proteção aos direitos dos cidadãos da UE no Reino Unido

ver +