Saúde

Diminuição no consumo mundial de sal evitaria milhões de mortes

Maioria dos adultos consome mais do que a quantidade recomendada de 2 gramas de sal por dia

Postado em 11 de JANEIRO de 2017 às 16:00
Arquivo/Agência Brasil
Segundo a Organização Mundial da Saúde, a maioria dos adultos consome mais do que a quantidade máxima recomendada de sal por dia

Por Redação

Diminuir em 10% o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, afirma um estudo publicado nesta quarta-feira (11) pela revista médica britânica The British Medical Journal. O sal aumenta os riscos de hipertensão e de doenças cardiovasculares. As informações são da Rádio França Internacional.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria dos adultos consome mais do que a quantidade recomendada de 2 gramas de sal por dia, no máximo. O excesso de sal, presente principalmente em alimentos industrializados, está na origem de cerca de 1,65 milhão de mortes provocadas por doenças cardíacas em todo o mundo, de acordo com a OMS.

Apesar de poucos países até agora terem adotado políticas públicas para tentar diminuir o consumo de sal, pesquisadores, atuando conjuntamente com a indústria alimentícia, avaliaram o impacto de estratégias públicas de prevenção em 183 países. E concluíram que investir o equivalente a apenas 10 centavos de dólar por pessoa (cerca de R$ 0,32), contribuiria grandemente para frear a mortalidade.

RESULTADO IMPRESSIONANTE

Os cientistas também estimaram, baseados no índice de Esperança de Vida Corrigida, o número de anos perdidos pela população mundial por conta do excesso de sal. Segundo o estudo, uma alimentação menos salgada durante um período 10 anos evitaria uma perda anual equivalente a 5,8 milhões de anos de boa saúde.

O custo dos anos ganhos seria equivalente ao que se gasta atualmente em remédios para tratamento de doenças cardiovasculares, apontam os pesquisadores. (Agência Brasil)

Últimas Noticias
Agora na Capa
Penalidade

Quem jogar lixo nas vias públicas pode ser multado em mais de R$ 400

Correios

Sem efetivo, 20 mil correspondências ficam acumuladas em Três Lagoas

Corre ou conta

Parque São Carlos é 'eleita' a pior escola de Três Lagoas

Trânsito

Seis novos semáforos entram em funcionamento até sexta-feira

Plantão

18:59

Corpo de Bombeiros e Marinha do Brasil

Marinha do Brasil ministra curso para bombeiros de Paranaíba e região

18:58

Artigo

2017/2018: o Biênio da Matemática no Brasil

17:40

Carne Fraca

Ministério da Agricultura recolhe amostra de produtos de frigorífico investigado

17:29

Penalidade

Quem jogar lixo nas vias públicas pode ser multado em mais de R$ 400

17:24

Legislação própria

Para presidente do Sinted, exclusão dos servidores da reforma da Previdência representa ‘golpe’

17:06

Investigação

Exportação de carne caiu após Operação Carne Fraca, diz Maggi

16:33

Furto

Uems em Paranaíba é invadida e furtada

+ notícias
Saúde
Proibição

Anvisa suspende propaganda de alimento que promete prevenir tipos de câncer

Levantamento

Apenas 239 municípios têm cobertura adequada contra o HPV

Saúde

Estado do Rio confirma primeira morte por febre amarela

Saúde

Planos de saúde registram aumento de beneficiários em fevereiro

Monitoramento

ANS suspende comercialização de 35 planos de saúde

Comercialização

Anvisa aprova resolução que proíbe venda de termômetro com mercúrio

Laboratórios

Laboratório público no Paraná será referência para produção de biológicos do SUS

ver +