Política

Detran cobra R$ 600 mil em multas da Prefeitura de Três Lagoas

Dívida foi acumulada em cinco anos em infrações cometidas por motoristas da administração

Postado em 11 de JANEIRO de 2017 às 17:23
Arquivo/JP
Motoristas da administração teriam recebido R$ 600 mil em multas de trânsito

Por Ana Cristina Santos

A gestão do prefeito de Três Lagoas, Ângelo Guerreiro (PSDB), herdou uma dívida de R$ 600 mil da administração anterior, relativa a multas de trânsito da frota municipal. As multas foram aplicadas durante viagens para Campo Grande e foram acumuladas nos últimos cinco anos, período de dois mandatos da ex-prefeita Márcia Moura (PMDB).

Segundo o secretário de Finanças, Receita e Controle, José Pereira, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), está cobrando a dívida administrativamente. Ainda segundo ele, as multas não foram ajuizadas.

Pereira não soube precisar a quantidade de multas, apenas os valores, mas revelou que foram causadas por funcionários da prefeitura que, por sua vez, não cobrou de quem cometeu a infração. “Isso está pendurado no Detran como débito do município”, destacou o secretário durante entrevista o programa "RCN Notícias" da Rádio Cultura FM 106,5 MHz.

Ainda durante a entrevista, o secretário falou também sobre a dívida de R$ 1,4 milhão que a gestão passada teria deixado com os donos de oficinas mecânicas, bem como sobre a atual situação financeira da prefeitura.

A reportagem completa será publicada na edição deste sábado do Jornal do Povo.

José Pereira em entrevista ao programa RCN Notícias (Foto: Ana Cristina Santos/JPN)

Últimas Noticias