Polícia

Funcionário público é acusado de vender terreno da Prefeitura

Um homem disse ter comprado um terreno de um funcionário da Câmara Municipal

Postado em 17 de MARÇO de 2017 às 9:24
Reprodução
O terreno é localizado no Jardim Universitário II, em Paranaíba

Por Talita Matsushita

Um funcionário da Câmara Municipal de Paranaíba está sendo investigado pela venda de terrenos localizados no bairro Universitário II, pertencentes a Prefeitura de Paranaíba. Os terrenos foram doados pelos empresários donos do loteamento para que seja construída área de recreação, como uma praça.

Segundo boletim de ocorrência registrado por um funcionário da Prefeitura de Paranaíba, ele comunicou à Polícia que neste terreno, de propriedade do Município estava sendo instalado cavalete de água, e ao conversar com a equipe da empresa que estava lá para saber quem teria feito o pedido para ligação de água no local, os funcionários não souberam responder.

Ao se descolar até a unidade da empresa de saneamento da cidade para obter informações de quem teria feito o pedido para instalação de água em um terreno do órgão municipal, chegou até um homem, 51 anos, que disse ter comprado o terreno de um funcionário que trabalha na Câmara Municipal.

Últimas Noticias