Paranaíba

Prefeitura vai identificar situação de mutuários

Imóveis alugados ou desocupados podem ser retomados pelo município

Postado em 18 de MARÇO de 2017 às 10:10
Divulgação
Estudo inicial pretende identificar quem mora ou não nas casas

Por Talita Matsushita

Uma parceria com o curso de ciências sociais da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), campus de Paranaíba, visa regularizar a situação de dezenas de casas populares no município. O objetivo é fazer um levantamento dos imóveis doados pela Prefeitura. O executivo pretende retomar os imóveis que não estiverem regulares. A intenção com a iniciativa é beneficiar quem realmente precisa.

Fredson Freitas, secretário de Administração, explica que muitas casas foram vendidas ou estão alugadas, o que é proibido. Ele destaca ainda que o levantamento não terá custo ao município já que os alunos farão, em forma de estágio, o planejamento que faz parte da área de habitação. “Muito se fala que a prefeitura precisa construir mais casas populares, pois a demanda é grande. Esse trabalho visa levantar como os imóveis populares doados em administrações passadas estão sendo utilizados.  Essas casas estão cumprindo sua função social?”, questionou.

O secretário diz que as casas foram construídas com dinheiro público e doadas para pessoas que deveriam se enquadrar nos requisitos, mas segundo ele, muitas foram vendidas, estão fechadas ou foram alugadas. “O Município vai primeiro fazer o mapeamento, levantando esses imóveis, e também a quantidade de famílias que necessitam de moradia, para que possamos reaver os imóveis que perderam sua finalidade social e repassar para famílias que estão em situação de risco”, afirmou.

Depois do levantamento feito e encontradas as irregularidades, caso isso ocorra, os dados serão repassados ao setor Jurídico e também à Assistência Social, onde será feita a triagem de quais imóveis estão em desvio de finalidade. “Não vamos tomar casa de quem precisa e está legalmente. Nosso objetivo é identificar quem recebeu o benefício sem precisar. A Prefeitura vai fazer valer o que é justo e direito”, finalizou.  Ainda não há uma data exata para o início do mapeamento, mas até o final do mês, o secretário acredita que o mapeamento seja iniciado.
 

Últimas Noticias
Agora na Capa
Agenda

Governador participa de feira e autoriza construção de hospital em Três Lagoas

Plantão

17:00

Investigação

JBS retoma produção de carne bovina

16:45

Operação

Ministério da Agricultura interdita mais dois frigoríficos alvos da Carne Fraca

16:23

Mudança

Empresa vai elaborar projetos visando ampliação da Câmara de Três Lagoas

16:05

Esporte

Atleta de Três Lagoas trás premiação em campeonato estadual de Kickbox

15:55

Agenda

Governador participa de feira e autoriza construção de hospital em Três Lagoas

15:35

Homicídio

Polícia prende idoso autor de homicídio no Alto Santana

15:27

Geral

Mulher trabalha 5,4 anos a mais do que homem, diz estudo do Ipea

+ notícias
Paranaíba
Homicídio

Polícia prende idoso autor de homicídio no Alto Santana

Meteorologia

Previsão é de chuva para a Costa Leste nesta segunda-feira

Desfecho trágico

Mulher paranaibense desaparecida em Goiânia é encontrada morta

Polícia

Mulher é vítima de tentativa de sequestro

Desaparecida

Mulher paranaibense desaparece em Goiânia e imprensa repercute o caso

Amor platônico

Homem se fere gravemente em cerca ao tentar invadir casa de mulher

Acidente com vítima fatal

Homem para no acostamento, tenta fazer retorno e morre em acidente na BR-158

ver +