Política

Eleição da Mesa Diretora gera questionamentos e divide opiniões na Câmara

Com quase dois anos de antecedência, vereadores marcam para amanhã, eleição da Mesa Diretora para o biênio 2019/2020

Postado em 20 de MARÇO de 2017 às 11:56
Arquivo/JP
Vereadores realizam sessão nesta terça-feira para votar nova Mesa Diretora

Por Ana Cristina Santos

A antecipação de quase dois anos da eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Três Lagoas, marcada para esta terça-feira (21), tem gerado questionamentos por parte dos eleitores e divide opiniões no Legislativo.

Na sexta-feira (17) um grupo formado pelos vereadores Jorge Aparecido de Queiroz (PSDB), Luciano Dutra (PMDB), Adriano Cesar Rodrigues (PSC) e Marcus Vinicius Bazé (DEM), protocolou um ofício na presidência solicitando a inclusão de pauta única na próxima sessão para a realização de eleição da nova Mesa Diretora para o biênio 2019/2020.

A nova composição da Mesa não foi divulgada, mas a intenção é reeleger André Bittencourt (PSDB), presidente da Casa. Até agora, apenas uma chapa foi inscrita, mas até 15 minutos antes do dia da sessão pode haver a inscrição.

A antecipação da eleição não agradou moradores de diversos bairros, que se manifestaram contrários através das redes sociais e também no programa RCN Notícias da Rádio Cultura FM (106,5 MHz). A Ouvinte Maria Aparecida disse que existem questões mais importantes para os vereadores se preocuparem nesse momento do que pensar em eleição da Mesa Diretora. “A saúde, por exemplo, precisava ser melhorada, fui ao postinho de saúde e marcaram exame de sangue para daqui três meses”, disse.

Djair Venâncio disse que esse não é momento de se falar em eleição de Câmara, com tantos problemas na cidade. “Com tantas coisas para se preocuparem, a cidade com problemas no setor de iluminação pública, ruas esburacadas, enfim tantas questões que precisam serem revistas, agora a gente vê vereador preocupado com presidência de Câmara”, comentou.

O professor José Bento Arruda disse que “nossa democracia precisar ser repensada, que absurdo fazer uma eleição com dois anos de antecedência”, declarou.

O funcionário público Nivaldo Reis comentou: “Só pode ser mentira, nem começou essa legislação já querem eleger a outra”, disse.

VEREADORES
A reportagem esteve na manhã desta segunda-feira (20) na Câmara para ouvir a opinião dos vereadores. O presidente da Câmara, André Bittencourt , disse que estava em reunião e que só iria se pronunciar sobre o assunto depois da sessão de amanhã.

O vereador Davis Martinelli (Pros) disse que não concorda com a antecipação da eleição e que votará contra a chapa inscrita por entender que existem diversos problemas na cidade mais importante nesse momento.

O vereador Gilmar Garcia Tosta (PSB) também acha cedo à eleição da Mesa Diretora para agora. Disse que é autor, inclusive, de uma alteração no Regimento Interno da Casa, para acabar com a reeleição da Mesa Diretora. Entende que é preciso alternância nos poderes. Entretanto, apesar de achar cedo à eleição e ser contra reeleição, disse que vai votar a favor da chapa inscrita, por não ter opção.

O vereador Renée Venâncio (PSD) chegou assinar o documento concordando com a eleição, segundo ele, por orientação do seu partido. No entanto, após repercussão contrária da população, Renée disse que vai votar contra.  “Eu fui consultado sobre essa antecipação só na sexta-feira, e a orientação partidária era para que apoiasse, mas a minha base eleitoral não aceita de maneira alguma. E, se meu povo não aceita, eu também não aceito. Acho prematuro demais essa eleição, a sociedade não vai digerir isso com facilidade e deveria haver uma comunicação melhor entre os interessados nessa eleição com o povo, o que  não aconteceu”, declarou.

O vereador Antônio Rialino (PSD) também acha cedo a realização da eleição da Mesa Diretora, uma vez que os parlamentares acabaram de tomar posse. “São apenas 45 dias de trabalho, então acho que poderia ser feita a eleição no ano que vem. Regimentalmente não está errado, a eleição pode ser antecipada, mas acho cedo com quase dois anos, vamos ver a justificativa”, declarou.

O vereador  Adriano Cesar  Rodrigues (PSC) disse que assinou favorável a antecipação da eleição para garantir que a Câmara continue com esse trabalho de transparência. “O foco principal é não deixar a eleição acontecer no ano que vem, ano de eleições, ninguém está sendo beneficiado com nada”, declarou.

A vereadora Sirlene dos Santos Pereira (PSDB) também acha cedo, mas disse que, pelo fato do presidente ser do seu partido não poderia ser contra. A reportagem não conseguiu falar com os demais vereadores.

 

Últimas Noticias
Agora na Capa
Agenda

Governador participa de feira e autoriza construção de hospital em Três Lagoas

Plantão

17:00

Investigação

JBS retoma produção de carne bovina

16:45

Operação

Ministério da Agricultura interdita mais dois frigoríficos alvos da Carne Fraca

16:23

Mudança

Empresa vai elaborar projetos visando ampliação da Câmara de Três Lagoas

16:05

Esporte

Atleta de Três Lagoas trás premiação em campeonato estadual de Kickbox

15:55

Agenda

Governador participa de feira e autoriza construção de hospital em Três Lagoas

15:35

Homicídio

Polícia prende idoso autor de homicídio no Alto Santana

15:27

Geral

Mulher trabalha 5,4 anos a mais do que homem, diz estudo do Ipea

+ notícias
Política
Mudança

Empresa vai elaborar projetos visando ampliação da Câmara de Três Lagoas

Agenda

Governador participa de feira e autoriza construção de hospital em Três Lagoas

Reposição de pauta

Câmara de Três Lagoas realiza duas sessões nesta terça-feira

Protesto

Manifestantes vão às ruas em defesa da Operação Lava Jato

Política

CPI da Previdência é criada com assinatura de 61 senadores

Alexandre Moraes

Saiba quem é o novo ministro do STF

Medidas

Gilmar Mendes defende reforma política para eleições de 2018

ver +