Rádios On-line
AGOSTO DOURADO

'A melhor herança de uma mãe para um filho é o leite materno', diz pediatra

Leite fraco? Leite de vaca? Misturas? Patrícia Matos explicou mitos, verdades e inúmeras dúvidas sobre o Aleitamento Materno

4 AGO 2020 - 10h:58Por Beatriz Rodas

Quando um bebê nasce, uma mãe nasce. Prontos para o mundo e as aventuras que esta nova fase impõe. Entre elas: a amamentação.

Mas, apesar de estarmos em pleno ano de 2020, ainda existem muitas dificuldades e preconceitos sobre a amamentação; fórmulas, leite de vaca, "leite fraco", dar água para bebês, etc. E pior: julgamentos com as mães.

Segundo a médica pediatra, dra. Patrícia Matos, "a indústria batalha há anos pra chegar na excelência do leite materno e não consegue. Elas acham que chegam perto, mas não existe fórmula que consiga suprir o que o leite materno oferece para o bebê".

E o aleitamento materno influencia nas mais diferentes áreas do desenvolvimento de uma criança, não só na imunidade e no crescimento, como é do conhecimento popular; mas no desenvolvimento psíquico e neurológico dos pequenos.

A melhor herança que uma mãe pode deixar para um filho é o leite materno. Existe um estudo que foi feito durante 30 anos com crianças que mamaram exclusivamente no peito até os seis meses, e crianças que mamaram fórmula, leite artificial; as crianças que mamaram o leite materno têm salários 30% maiores que as crianças que mamaram fórmula".

LEITE DE VACA

A pediatra deixa claro: "O leite da vaca é para o bezerro. Mas nós não podemos ser ignorantes e não entender as condições de cada um; mães que não conseguem ou não conseguiram amamentar, não têm condições. Então, o que deve ser feito neste caso? Ir até um pediatra, que nós vamos explicar como diluir o leite da vaca, porque ele é muito concentrado em proteínas, extremamente alergênico, pode causar insuficiências renais. Não precisa ser misturado com nenhuma outra fórmula. A dica é básica, peça ajuda", orienta.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13