Rádios On-line
PETS

Fernanda Maia fala sobre malformações dos pugs e indústria de consumo animal

Animais desta raça sofrem muito e é preciso estar atento ao consumo induzido pela indústria de animais

31 JUL 2020 - 17h:12Por Beatriz Rodas

Eles são lindos e transbordam amor a cada respirada. Mas, acreditem... é tão difícil respirar sendo um pug. Animais braquicefálicos têm o nariz curto, o "rostinho achatado" tão fofo e amado por nós, humanos.

No caso dos pugs, eles quase não tem trato respiratório na face. Além de problemas respiratórios, tem os gástricos, de pele, coluna - pelo rabinho levantado -, a tendência ao sobrepeso, entre outras condições da raça.

Isso acontece porque os pugs nasceram da cruza de várias raças até chegar ao resultado satisfatório que originou a raça. A indústria de animais é, muitas vezes, cruel. Mas tem toda uma história por trás! Entenda tudo na entrevista com a médica veterinária, Fernanda Maia:

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13