Rádios On-line
9197
ARTIGO

Mato Grosso do Sul é o 5º estado mais competitivo do Brasil

Leia o artigo do secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel

20 OUT 2019 - 08h:00Por Redação

Mato Grosso do Sul subiu duas posições no Ranking de Competitividade dos Estados, de acordo com o instrumento do CLP que avalia anualmente a administração pública brasileira, se consolidando como o quinto estado mais competitivo do Brasil. O estado subiu do 7º para o 5º lugar em 2019 com a média geral de 64,3, 15 pontos superior à média nacional, de 49,3 pontos.

O estado também ficou em segundo lugar no Prêmio ‘Excelência em Competitividade’, na categoria ‘Destaque Crescimento’ que considera a evolução dos estados em três pilares de maior peso no Ranking: Segurança Pública, Infraestrutura e Sustentabilidade Social.

“Essa avaliação confirma que a transformação que implementamos no modelo de gestão do governo do Estado traz resultados positivos para o crescimento e desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Quem ganha é a população com a geração de empregos e oportunidades para quem investe no nosso estado”, avalia o secretário de Governo e Gestão Estratégica de MS, Eduardo Riedel.

O Ranking de Competitividade é composto por 10 pilares, que são formados por um conjunto de indicadores. Nesta edição, 10 estados subiram na pontuação, enquanto 9 caíram e 8 mantiveram o mesmo resultado da edição passada. O estudo foi produzido pelo ‘CLP - Centro de Liderança Pública’, em parceria com a Tendências Consultoria Integrada e Economist Intelligence Unit, e divulgado na última sexta-feira (18/10), na sede da B3 em São Paulo. 

Indicadores 2019

Dentre as maiores evoluções de Mato Grosso do Sul, destaca-se o pilar de Segurança Pública (que considera indicadores como mortes a esclarecer, segurança no trânsito, pessoal e patrimonial), no qual o estado evoluiu de 67.9 (em 2016) para 89,2 (em 2019), subindo da 4ª para a 2ª posição - com 31,7 pontos acima da média nacional (de 57,5) neste quesito.

O estado também subiu da 9ª posição para o 5º lugar no pilar Infraestrutura (que avalia a qualidade de rodovias, mobilidade urbana, custo de combustíveis e acesso à energia elétrica) e da 9ª posição para o 5º lugar no pilar de Sustentabilidade Social, que considera indicadores como IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), segurança alimentar, acesso a saneamento básico e famílias abaixo da linha da pobreza.

*Eduardo Riedel é secretário de Governo e Gestão Estratégica de MS

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13