Rádios On-line
11339

Após 5h, Polícia liberta refém em Corumbá

Após 5h de negociação dois bandidos que faziam refém funcionário de uma empresa de transportes de valores em Corumbá resolveram se entregar para a polícia.

16 NOV 2012 - 08h:30Por Divulgação

Após pouco mais de cinco horas de negociação dois homens que faziam refém um funcionário de uma empresa de transportes de valores em Corumbá resolveram se entregar para a polícia. A tentativa de roubo frustrada teve início por volta das 22h desta quarta-feira (14) e só terminou por volta das 03h de ontem (15) com a rendição dos bandidos e a liberação do refém, um vigilante de 21 anos.

As primeiras informações recebidas pela Polícia Militar davam conta de que dois homens fortemente armados haviam invadido a empresa de transporte de valores. A PM chegou ao local antes que os assaltantes conseguissem sair. A primeira guarnição a chegar ao local foi a da Força Tática do 6° Batalhão da Polícia Militar que foi acionada pelo Centro de Operações (CIOPS) sobre um roubo em andamento em uma empresa de transporte de valores localizada na Rua Porto Carreiro, área central de Corumbá.

Uma pessoa ligou para o 190 informando que estaria acontecendo um roubo na empresa de transporte de valores e que os autores teriam cortado os fios do poste de iluminação. Logo em seguida homens do Grupamento Especializado Tático com Motos (GETAM) e da Rádio Patrulha chegaram em apoio e confirmaram as informações constatando também que havia uma pessoa mantida refém. A Polícia Militar contou com o apoio de equipes da Polícia Civil, Polícia Federal, DOF, Força Nacional e Guarda Municipal que fizeram o cerco do local e ajudaram nas diligências.

Um oficial da Polícia Militar iniciou as negociações, acompanhado de um defensor público e do advogado da Associação de Cabos e Soldados. Posteriormente um agente da Polícia Federal auxiliou nas negociações juntamente com uma delegada da Polícia Civil, na operação comandada pelo comandante do 6° BPM tenente coronel Waldir Ribeiro Acosta. Enquanto aconteciam as negociações para rendição dos ladrões e libertação do refém equipes de policiais realizavam diligências na tentativa de localizar veículos e outros envolvidos na tentativa de roubo frustrada dos autores.

Por volta das 22h30 policiais militares da Força Tática avistaram um veículo FIAT de cor cinza com placas de Londrina-PR que transitava próximo ao local em baixa velocidade e com a lanterna esquerda amassada junto ao porta-malas. Os PMs abordaram o veículo e constataram se tratar de dois homens que se identificaram como funcionários da empresa e disseram que foram feitos reféns pelos bandidos, mas que haviam sido liberados pelo local, porém os assaltantes nada levaram dos dois nem mesmos os celulares.

Os dois funcionários da empresa disseram que não acionaram a polícia por medo de represálias futuras. Eles indicaram aos policiais onde estariam estacionados outros dois veículos que estariam próximo ao cerco policial. No interior do veículo os policiais encontraram um grande número de munições grosso calibre e armas, mas os ocupantes não foram localizados.

Nos veículos com placas da Bolívia foram encontrados um fuzil cal. 7,62, marca C.N. ROMARM S/A in Romana com três carregadores municiados e várias munições do mesmo calibre, uma pistola cal. 9 milímetros marca SW com três carregadores municiados, um revólver cal. 357 e várias munições de cal. 9mm, 38 e 7,62. As duas camionetes com placas da Bolívia estavam equipadas com rádio amador que no momento da localização estavam ligados. Corpo de Bombeiros, SAMU e imprensa local também acompanharam as negociações de gerenciamento de crises tendo equipe de negociação, equipe tática e equipe de inteligência, comandadas pelo comandante do 6° BPM. Uma máquina retro escavadeira cedida pela prefeitura municipal de Corumbá foi colocada em frente à entrada da empresa para bloquear a saída do prédio onde funciona a empresa.

A Rendição

Por volta das 03h desta quinta-feira, após mais de cinco horas de negociação os dois homens que estavam no interior da empresa de transporte de valores resolveram se render e liberar o refém e entregaram as armas que tinham em seu poder, três pistolas 9 mm, seis carregadores municiados e muita munição 9mm, trinta e oito e cal. 12. Após a rendição dos assaltantes, as equipes policiais fizeram uma varredura pelo local buscando armas e munições que poderiam ter sido deixadas pelos autores. Os policiais encontraram um celular que foi quebrado e queimado e sem chip e uma corda de aproximadamente 20 metros.

No veículo Toyota os policiais encontraram mochilas com roupas e pertences pessoais e chips de celular embalados em plástico. Em buscas no veículo Fiat os policiais encontraram os documentos do veículo, um alicate corta frio (utilizado para cortar cadeado), um notebook, três celulares, suas câmeras fotográficas, dois no-breaks e uma mochila contendo ferramentas diversas, crachá de um dos funcionários da empresa e documentos pessoais.

Um dos autores natural de Fortaleza-CE foi encontrado uma carteira contendo R$ 1.269,00 (mil duzentos e sessenta e nove reais) em notas de cem, cinqüenta, vinte, dez, cinco e dois reais em moeda nacional, além de uma nota de vinte bolivianos. Existem informações de que os autores que seriam de outros estados e que possivelmente fazem parte de uma facção criminosa.

Duas equipes da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) chegaram a Corumbá durante a madrugada e auxiliaram nas diligências na tentativa de localizar outros possíveis envolvidos na tentativa de roubo.

Para o comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar tenente coronel Waldir Ribeiro Acosta alguns fatores contribuíram para o desenrolar da ocorrência, “A utilização consciente do 190 por parte da população em fornecer informações corretas auxiliando o trabalho da Polícia Militar e a união das forças de segurança que juntas conseguiram evitar que os criminosos atingissem seus objetivos”, disse o comandante que ressaltou ainda que a resposta rápida ao apoio solicitado junto aos órgãos de segurança foi fundamental para a concretização da prisão dos envolvidos.
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13