Rádios On-line
8937
TVC

BB e CEF anunciam mais recursos para investimento e aumento de 200% no Fies

11 SET 2012 - 16h:45Por Redação

 Os bancos públicos brasileiros estão mantendo a política do governo de estimular o investimento e o crescimento da economia do País, para combater os efeitos da crise mundial. Nesta segunda-feira (10), o Banco do Brasil informou que registrou desembolso recorde na linha de capital de giro com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).


De acordo com o banco, de janeiro a agosto de 2012, as liberações da linha de crédito BNDES Capital de Giro Progeren totalizaram R$ 2,336 bilhões, aumento de 435% em relação ao mesmo período de 2011, quando foram desembolsados R$ 436,5 milhões. A quantidade de liberações também aumentou em 22,2%, passando de 4,5 mil em 2011 para 5,5 mil em agosto deste ano.

Financiamento estudantil pelo BB aumenta em mais de 200%

Também nesta segunda-feira o Banco do Brasil anunciou que aumentou em 226% neste ano o volume de recursos liberados para crédito estudantil, em relação a 2011. Foram liberados mais de R$ 7 bilhões, por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), para mais de 200 mil estudantes que passaram a ter acesso às instituições privadas de ensino superior.

Em apenas dois anos de atuação neste segmento, metade dos estudantes que efetuam inscrição no sistema Fies optam pelo BB como seu agente financeiro. O Fies permite ao universitário financiar até 100% do valor da graduação, com prazo de pagamento de até três vezes o período financiado, acrescido de 12 meses.

Crédito em banco público supera o do mercado

A Caixa Econômica Federal informou, também nesta segunda-feira, que prevê a contratação de mais de R$ 185 bilhões em crédito para pessoas físicas e jurídicas em 2012. Até agosto deste ano, a Caixa informou ter realizado operações de crédito comercial que somaram mais de R$ 110,3 bilhões.

Para pessoas físicas, o crescimento da carteira de crédito foi de 50,3% nos últimos 12 meses (até julho deste ano), contra um crescimento médio de apenas 13,0% do mercado. Para pessoas jurídicas, a carteira de crédito do banco registrou crescimento de 62,2% nos últimos 12 meses, número superior ao do mercado, de 15,6%.

Segundo o presidente da instituição, Jorge Hereda, os bons resultados se devem ao Programa Caixa Melhor Crédito, que realizou uma redução acentuada de juros em diversos produtos, aumentou o volume de recursos disponíveis ao mercado, e atraiu clientes para a instituição. “Valorizamos nossos atuais e novos clientes, com orientação para o crédito consciente, e disponibilizando linhas de crédito acessíveis para clientes de todos os segmentos”, disse.

Já o Banco do Brasil destaca o Programa Bompratodos, que promoveu na última semana a quarta redução das taxas de juros no empréstimo. O produto conta com recursos do BNDES, integrando o Programa de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda (BNDES Progeren), que se destina a aumentar a produção, o emprego e a massa salarial no País.

O programa do BNDES tem vigência até 31 de dezembro de 2012 com orçamento disponível de R$ 14 bilhões, no qual R$ 11 bilhões são destinados às micro e pequenas empresas, e R$ 3 bilhões para as médias e grandes empresas.  Para Osmar Dias, vice-presidente de Agronegócios e Micro e Pequenas Empresas do banco, “os valores desembolsados refletem o esforço do BB em empreender esforços conjuntos com o governo federal para fomentar investimentos no Brasil, contribuindo para o crescimento do segmento de micro e pequenas empresas.”

Deixe seu Comentário

JORNAL DO POVO MOBILE

TVC Canal 13

JORNAL DO POVO