Rádios On-line

Casal deve decidir com calma sobre laqueadura ou vasectomia, diz médico

Procedimentos cirúrgicos nem sempre são reversíveis

2 ABR 2013 - 14h:15Por Redação

Reversão de cirurgias: é possível voltar atrás em caso de laqueadura ou vasectomia? Esse foi o tema escolhido na enquete da semana do Bom Dia MS. A reportagem foi exibida nesta terça-feira (2).

A vasectomia é um procedimento simples e rápido que impede a passagem do espermatozoide pelo canal deferente, que liga os testículos à uretra. A reversão da cirurgia é possível em quase todos os casos. Já a laqueadura é mais complicada e exige internação da paciente. O procedimento consiste no rompimento das trompas de falópio, que ligam o ovário ao útero. A chance de reversão da cirurgia é de aproximadamente 50%.

Médicos orientam que, antes de tomar qualquer decisão, o casal precisa conversar bastante e estar ciente das consequências. Como preparação para a cirurgia, o casal ainda precisa passar por atendimento psicológico.

O Ministério da Saúde classifica esses procedimentos como definitivos. Já a lei de planejamento familiar determina regras para quem quer fazer as cirurgias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou pelos convênios particulares. Apenas pacientes com mais de 25 anos podem fazer a operação. É preciso ter dois filhos vivos e registrados. Mulheres que estão grávidas do segundo filho não são autorizadas e só podem fazer a cirurgia depois que o bebê nascer.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13