Rádios On-line

Chefão da Rede TV endurece contra operadoras de TV a cabo

Marcelo Carvalho reclamou de sua emissora não receber nada por disponibilizar programação na Net

24 DEZ 2015 - 10h:11Por Valdecir Cremon

Que Marcelo Carvalho - o mais extorvertido dono de televisão do país e apresentador do game show “Mega Senha” - não morre de amores pelas Organizações Globo não é novidade no mundo artístico. Mas, que também detonaria com as operadoras de TV fechadas é algo novo.

O vice-presidente executivo da Rede TV não economizou críticas às empresas que dominam o setor ao ser entrevistado pelo apresentador Amaury Jr., no programa de sábado passado (19). Entre poucas e boas que disparou contra a empresa Net, por exemplo, deu detalhes de quanto é seu faturamento e que repassa parte deste lucro apenas às emissoras das Organizações Globo. 

Marcelo afirmou ser “um absurdo apenas a Globo receber das TVs a cabo”.

“Se você está me assistindo através de uma TV a cabo, você paga uma conta no final do mês. Nada disso vai para gente. Agora, a Globo recebe faz tempo. Mas o SBT não recebe nada, a Rede TV e a Record não recebem nada”, contou Carvalho.

 “A única coisa que nós fizemos foi cobrar. Chega! Está na lei e nós queremos a nossa parte. Aí disseram que isso fará com que a conta do assinante fique mais cara. Mentira!”, disparou Marcelo Carvalho.

Sobre o mercado de TV a cabo no Brasil - que cresce acima de 20% ao ano -, Carvalho chegou a mostrar um balanço público de faturamento da Net, maior empresa do setor no Brasil. 

“Em 2013, eles [a Net] faturaram aproximadamente R$ 10 bilhões. E lucraram pouco mais de R$ 3,3 bilhões”, disse o empresário.

SAÍDA

Ele sugeriu uma forma com a qual as emissoras passariam a ter maiores receitas por estarem nos pacotes das operadoras. “Se cobrássemos R$ 5 por assinante - que mudaria a nossa vida -, nós, SBT, Record, poderíamos fazer novos programas, investir, dar emprego. Em vez deles [Net] lucrarem R$ 3,3 bilhões e mandar para o exterior, lucrariam ‘só’ R$ 3 bilhões”, citou.

Mas, não foi somente a Net e todo o setor de TV por assinatura os únicos alvos de Marcelo de Carvalho. “Temos uma concentração enorme, ainda, das agências na TV Globo como se ela ainda continuasse com 90% de audiência”, lamentou.

E disse que a situação “é uma loucura”. “Porque em tese, se eu tenho um sujeito que dá 30% da audiência e outros vários que dão 60, 70, 50%, eu vou distribuir, porque eu quero que todos vejam minha propaganda. Isso não acontecendo, as televisões, que não uma só, ficam com uma fatia de dinheiro muito menor”, finalizou.

Deixe seu Comentário