Rádios On-line
8995

Duas rodovias são rotas utilizadas para o tráfico de animais

A BR-262 e BR-163 são as principais rotas do tráfico de animais silvestres, capturados no Estado do Mato Grosso do Sul e transportados até os grandes centros urbanos

31 OUT 2012 - 07h:40Por Redação

Não só os traficantes de drogas, armas e cigarros, contrabandeados do Paraguai e da Bolívia, utilizam as duas principais rodovias federais de Mato Grosso do Sul para levar os produtos até as regiões Sul e Sudeste do Brasil. A BR-262 e BR-163 são as principais rotas do tráfico de animais silvestres, capturados no Estado e transportados até os grandes centros urbanos.
 
Como transporte de qualquer cargas é feito principalmente por rodovias no Mato Grosso do Sul, traficantes aproveitam-se justamente do movimento de veículos para evitar os flagrantes.
 
As cidades de Aparecida do Taboado (MS – 316), Selvíria (MS – 444), Três Lagoas (BR - 262), Brasilândia (MS – 040), Bataguassu (BR – 267), Batayporã (MS – 480) concentram o fluxo de automóveis para o Sudeste, principal destino dos animais traficados, e por isso são as outras alternativas usadas pelos criminosos.
 
A teoria é do policial militar de Mato Grosso do Sul Sidney Cesar Rodrigues, que defendeu a tese na monografia de pós-graduação em Gestão de Segurança Pública.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13