Rádios On-line

Equipe descobre nova maneira de remover mau colesterol do sangue

Abordagem pode ser usada como terapia alternativa ou complementar às estatinas para controlar os níveis de colesterol

12 ABR 2013 - 12h:25Por Redação

Pesquisadores da Universidade de Michigan, nos EUA, descobriram uma nova forma de limpar o colesterol do sangue. A abordagem poderia ser uma terapia alternativa ou complementar às estatinas para diminuir o colesterol.

David Ginsburg e seus colegas inibiram a ação de um gene responsável pelo transporte de uma proteína que interfere na capacidade do fígado para remover o colesterol do sangue em ratos.

Segundo os pesquisadores, prender a proteína destrutiva onde ela não possa prejudicar receptores responsáveis pela remoção de colesterol preservou a capacidade das células do fígado para "limpar" o colesterol do plasma do sangue, sem afetar visivelmente a saúde dos ratos.

Os cientistas descobriram que os ratos com um gene SEC24A inativo poderiam se desenvolver normalmente. No entanto, seus níveis de colesterol no plasma foram reduzidos em 45% porque as células do fígado não foram capazes de recrutar e transportar um regulador crítico dos níveis de colesterol no sangue chamado proproteína convertase subtilisina / Kexin tipo 9. PCSK9 é uma proteína secretora, que destrói os receptores de lipoproteína de baixa densidade LDL, ou "mau colesterol", de células de fígado e impede que essas células removam LDL.

"Inibir SEC24A ou PCSK9 pode ser uma alternativa às estatinas, e pode trabalhar em conjunto com estatinas para produzir efeitos ainda maiores. Além disso, eles podem ser eficazes em pacientes resistentes ou intolerantes ao medicamento", afirma o pesquisador Xiao-Wei Chen.

Estudos iniciais com terapias anti-PCSK9 em seres humanos demonstraram que a eliminação de PCSK9 pode reduzir o colesterol drasticamente e trabalhar com estatinas, como o Lipitor, para baixá-lo ainda mais.

Os pesquisadores investigam ainda uma nova área de estudo: em vez de inibir PCSK9, talvez futuras terapias poderiam bloquear o mecanismo de transporte que permite que a proteína destrutiva alcance os receptores de LDL.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13