Rádios On-line
8026
Prefeitura Horário de Atendimento
PETROBRAS

Ex-diretor preso autoriza repatriação de 20,5 milhões de euros

A medida tem como base a tentativa de Duque de fechar acordo com a Justiça para deixar a prisão

6 JUL 2017 - 17h:30Por Redação

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato de Souza Duque autorizou a repatriação de mais de 20,5 milhões de euros, cerca de R$ 77,5 milhões, depositados no Banco Julius Baer, no Principado de Mônaco. O montante, que está em nome das off-shores Milzart Overseas e Pamore Assets, pertencentes ao ex-diretor, foi recebido em pagamento de propina de contratos superfaturados da Petrobras.

Em petição protocolada quarta-feira (5) na Justiça Federal em Curitiba, a defesa de Duque informou também que o ex-diretor, preso há mais de dois anos no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, renuncia a todos os valores depositados nas contas bancárias do Banco Cramer, na Suíça.

A medida tem como base a tentativa de Duque de fechar acordo com a Justiça para deixar a prisão. “O requerente manifesta seu interesse de continuar colaborando com todas as investigações das quais tenha conhecimento de fatos relevantes sobre a Petrobras”, diz trecho do documento.

Na semana passada, o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos inquéritos decorrentes da Operação Lava Jato na primeira instância, ao proferir sentença que condenou o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e outros réus na Lava Jato, disse que a renúncia do saldo de contas já bloqueadas pela Justiça permitiria a Renato Duque a progressão de regime depois do cumprimento de cinco anos de prisão em regime fechado, independentemente do total de pena somada.

(Com informações da Agência Brasil)

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651