Rádios On-line
11565

Fibria apresenta metas de longo prazo de Sustentabilidade

A Fibria é a primeira empresa do setor florestal brasileiro a assumir compromissos de sustentabilidade de longo prazo.

26 SET 2012 - 07h:35Por Redação

A Fibria é a primeira empresa do setor florestal brasileiro a assumir compromissos de sustentabilidade de longo prazo. Em 21 de setembro, Dia da Árvore, a unidade da Fibria em Três Lagoas promoveu um Café da Manhã com os jornalistas para anunciar as Metas de Sustentabilidade de Longo Prazo. O evento foi realizado no NEA – Núcleo de Educação Ambiental, localizado na Fazenda Barra do Moeda.

Os seis compromissos, chamados de Metas de Longo Prazo, indicam o caminho que a Fibria vai seguir até 2025. Essas metas ligam a sustentabilidade ao crescimento econômico da empresa e relacionam-se à produtividade, à redução dos resíduos sólidos e à melhoria do relacionamento da empresa com as comunidades vizinhas.
Definição
 
O processo de definição das metas compreendeu seis meses e envolveu representantes de todas as áreas da empresa resultando em seis compromissos que indicam as direções prioritárias que a empresa pretende seguir até 2025, aliando as dimensões econômica, social e ambiental.

“Essas metas traduzem a própria estratégia de negócio da Fibria. Nosso horizonte é 2025, mas as atitudes de hoje refletem no amanhã. Por isso, o compromisso é de todos nós, mesmo que acompanhemos apenas parte dessa jornada. As Metas de Longo Prazo são um legado que estamos construindo para a empresa e para todas as pessoas que de alguma maneira são influenciadas pelo nosso negócio. E, por isso, o comprometimento de todos é extremamente importante para que os resultados esperados sejam alcançados”, destaca o presidente da Fibria, Marcelo Castelli.

O prazo até 2025 não foi definido aleatoriamente. Considera aproximadamente dois ciclos de desenvolvimento e colheita do eucalipto, o que representa duas renovações da base florestal da Fibria, e também a estratégia global de negócios da empresa de duplicar seu valor de mercado nos próximos 13 anos.

Iniciado em setembro de 2011, o processo de definição das metas envolveu cerca de 40 pessoas, entre membros da Comissão Interna e Sustentabilidade (CIS) e outros profissionais da empresa. O desafio foi proposto pelo Comitê de Sustentabilidade, que reúne representantes da empresa e profissionais externos de diferentes áreas do conhecimento, sob a coordenação do presidente do Conselho de Administração da Fibria, José Luciano Penido.

"Sustentabilidade é um caminho cujo final se desloca à medida que avançamos, e deve ser percorrido coletivamente por todos os atores da sociedade. Para ajudar essa caminhada, indicamos as etapas e metas que pretendemos alcançar até 2025, de forma a direcionar nossos esforços e facilitar o engajamento e a construção conjunta de soluções com os demais atores dessa jornada", afirma Carlos Roxo, diretor de Sustentabilidade e Relações Corporativas da Fibria.

Sob a consultoria de especialistas da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), a Fibria adotou o método do pensamento sistêmico, que avalia cada elemento dentro de um contexto e considera a relação entre variáveis e o impacto de decisões pontuais em um cenário mais amplo. “O método tem sido aplicado em situações complexas, porque faz com que se chegue a uma convergência de opiniões. Há adaptações pelas empresas, por exemplo, no planejamento estratégico”, explica Luís Henrique Rodrigues, professor que comanda a equipe da Unisinos. “A inovação da Fibria foi levá-lo para a identificação de metas possíveis de sustentabilidade”, completa.

Metas
 
Confira as metas de sustentabilidade da Fibria para os próximos 13 anos e seus objetivos:

1) Reduzir em um terço a quantidade de terras necessárias para a produção de celulose. Objetivo: otimizar o uso de recursos naturais.

2) Duplicar a absorção de carbono da atmosfera. Objetivo: contribuir para a mitigação do efeito estufa.

3) Promover restauração ambiental em 40 mil hectares de áreas próprias, entre 2012 e 2025. Objetivo: proteger a biodiversidade.

4) Reduzir em 91% a quantidade de resíduos sólidos industriais destinados a aterros. Objetivo: aumentar a ecoeficiência.

5) Atingir 80% de aprovação nas comunidades vizinhas. Objetivo: fortalecer a interação entre empresa e sociedade.

6) Ajudar a comunidade a tornar autossustentáveis 70% dos projetos de geração de renda apoiados pela empresa. Objetivo: fortalecer a interação entre empresa e sociedade.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13