Rádios On-line

?Foi milagre?, diz bombeiro sobre homem tragado por triturador

Mesmo ferido, trabalhador ainda colocou família em veículo e dirigiu carro em busca de socorro

30 OUT 2012 - 08h:12Por Cultura FM 105,5 Mhz

O sargento Joelder Fernandes, do Corpo de Bombeiros de Aparecida do Taboado, que prestou os primeiros socorros ao trabalhador que foi tragado por um triturador de cana, ainda custa a acreditar como a vítima sobreviveu. “Um homem do porte dele, ser tragado por um triturador e sair vivo do outro lado, realmente foi um milagre”, disse o militar ao programa RCN Notícias da rádio Cultura FM 105,5 Mhz.  

Milton Antônio de Macedo, 32 anos, chegou ao Pronto Socorro da Santa Casa de Aparecida do Taboado com o corpo lacerado pelas lâminas do triturador de cana, usado para fazer ração. O triturador, acoplado a um trator, parou de funcionar e Milton tentava consertá-lo. Durante a manutenção, o motor funcionou e sua ficou presa à engrenagem. Ele foi puxado para dentro do triturador, passou pelas lâminas e saiu do outro lado.
Também conhecida como picador, a máquina, usada para preparo de ração a animais, é um equipamento perigoso. Em abril do ano passado, na cidade de Matão (SP), um trabalhador de 40 anos morreu após tentar empurrar a cana para dentro do triturador com os pés. Mesmo usando botas, os roletes da máquina puxaram o trablhdor para dentro do picador. Ele tinha 10 anos de experiência.
Segundo o sargento Joelder, nos casos que tem conhecimento, a vítima perde algum membro, perna ou braço quando sofre esse tipo de acidente d trabalho. No caso de Milton os ferimentos foram graves, mas nenhum em órgão vital foi atingido. Cilindros de engenho (garapeiras) e de padarias também oferecem riscos a trabalhadores sem orientação e experiência. 
“O mais incrível é que ele, mesmo ferido, colocou a mãe e os filhos no carro, se cobriu com um lençol e dirigiu até onde pôde, ao encontro de nossa viatura. Encontramos ele parado em uma via rural à espera de socorro. Fizemos a contenção da hemorragia e o conduzimos ao Pronto Socorro”, contou o sargento dos da 2ª Seção dos Bombeiros de Aparecida do Taboado. Segundo ele, Milton teve laceração (perda de tecido e músculos) dos braços, coxas e órgãos genitais, mas nenhum corte atingiu artéria, circunstância que o manteve vivo. Ao contrário, poderia ter um colapso hemodinâmico e morrido em minutos. “Nunca presenciei um acidente dessa natureza”, disse o sargento
O ACIDENTE
De acordo com os bombeiros, o acidente aconteceu próximo à Enseada Três Rios, em uma propriedade rural. Ele foi tragado pela máquina de triturar cana de açúcar depois que sua camisa ficou presa à engrenagem. Puxado para dentro, passou por duas lâminas de ferro. Após ser socorrido pelos bombeiros, Milton ainda chegou consciente ao hospital, onde foi aplicada anestesia para sutura dos ferimentos.
Segundo informações do hospital, o paciente chegou consciente e contou que estava fazendo a limpeza do triturador quando sua camisa ficou presa e a engrenagem o puxou para dentro da máquina. Disse que passou entre duas lâminas e caiu no cocho.
A esposa de Milton, Aline Barcelos Figueiredo, disse que ele é funcionário da usina Alcoolvale e nas horas vagas ajudava o pai no preparo de ração, mas não tinha muita experiência na operação do picador. “Ele e o irmão revezavam no trabalho de alimentar os animais da fazenda. O Milton trabalha na usina até meia noite, então ia pra fazenda de manhã e o irmão fazia o trabalho à tarde”, disse.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13