Rádios On-line
7915

Justiça determina que UFMS emita documentos gratuitamente

17 AGO 2012 - 08h:56Por Redação

A Justiça Federal, por meio de liminar, determinou a interrupção da cobrança de certidões de conclusão de curso, declarações de matrícula, registro de diplomas, histórico escolar, atestado de matrícula e frequência aos acadêmicos da Universidade Federal (UFMS). Esses documentos devem ser fornecidos gratuitamente.

A decisão atende ao pedido do Ministério Público Federal (MPF), que argumentou que a cobrança fere a Constituição Federal, a qual determina a gratuidade do ensino público, além de ser contrária à posição do Conselho Nacional de Educação. Os valores, atualmente cobrados pela UFMS para emissão de documentos foram atualizados pela Resolução n° 54, de 29 de dezembro de 2008.

Em fevereiro de 2009, o MPF já havia recomendado à UFMS o fim das cobranças. A Instituição não acatou, pois argumentou que possui autonomia financeira e que o orçamento sofreria impacto. O MPF alega que a cobrança é abusiva e ilegal e que o argumento orçamentário não se sustenta. A decisão judicial reforça que o montante destinado anualmente à universidade é um dos maiores do Estado. E mesmo que não fosse, compete ao gestor da instituição buscar a complementação para adequação de seu orçamento. Ele não pode repassar aos estudantes o ônus pela insuficiência orçamentária alegada pela UFMS.

A liminar deve ser acatada imediatamente. No julgamento do mérito da ação, sem data para acontecer, o MPF pede ainda que a Justiça determine o fornecimento das certidões diretamente pela internet, dentro de um ano, com certificação digital de autenticidade.

Deixe seu Comentário

JORNAL DO POVO

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
7300