Rádios On-line

Manifestantes mantêm ocupação da portaria principal do Ministério

Grupo, que chegou por volta das 8h, defende reforma agrária popular e pede que a Companhia Energética de Goiás não seja privatizada

27 JAN 2016 - 15h:51Por Agência Brasil

Integrantes dos movimentos dos Trabalhadores Sem Terra (MST), dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e dos Atingidos por Barragens, entre outros, mantém a ocupação da portaria principal do Ministério da Fazenda e dizem que só vão deixar o local após serem recebidos por algum representante do primeiro escalão do ministério.

O grupo, que chegou por volta das 8h, defende reforma agrária popular e pede que a Companhia Energética de Goiás não seja privatizada.

A Polícia Militar estima em 200 o número de manifestantes. Já os organizadores do movimento afirmam que estão em 500.

Os funcionários do Ministério da Fazenda estão entrando e saindo do prédio pelo edifício anexo. (Daniel Lima – Repórter da Agência Brasil)

Deixe seu Comentário