Rádios On-line
9248

Metade dos atendimentos a crianças se referem a quedas

9 JAN 2009 - 06h:00Por Redação

As quedas representam a principal causa de atendimentos a crianças de zero a nove anos nas unidades de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde (SUS). Pesquisa do Ministério da Saúde revelou que, dos 10.988 atendimentos a crianças nessa faixa etária, 5.540 (50,4%) foram provocados por quedas. Os dados mostram ainda que o perigo nem sempre está nas ruas. A maioria das quedas, 3.838 (69%), ocorreu dentro da residência das vítimas.
Para a pediatra e coordenadora do Departamento de Análise de Situação de Saúde do Ministério, Déborah Malta, os dados revelam que a escola e a rua não são os ambientes em que as crianças ficam mais expostas. A casa é o local de maior ocorrência destes eventos. A pesquisa faz parte do sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA). As informações foram coletadas em 84 unidades de urgência e emergência de 37 cidades brasileiras entre setembro e outubro de 2007. Para o Departamento de Análise de Situação de Saúde do Ministério, o número de quedas é expressivo.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13