Rádios On-line
8991

Missão técnica da União Europeia visita o MS nesta quarta-feira

A principal meta dos técnicos é conferir como Mato Grosso do Sul pode voltar a exportar com força total para a Europa

21 JAN 2009 - 08h:10Por Redação

O governo de Mato Grosso do Sul recebe com otimismo a visita, a partir de hoje (21), de uma missão técnica da União Europeia à Zona de Alta Vigilância (ZAV) no sul do Estado e a propriedades recém cadastradas para exportação de carne bovina aos países do bloco. “Eles vão levar um susto, prevê a secretária de Estado da Produção, Tereza Cristina Dias, confiante no impacto positivo que o rigoroso trabalho de controle, monitoramento e fiscalização causará nos visitantes.

Na Zona de Alta Vigilância, quase um milhão de animais estão devidamente brincados e têm o trânsito monitorado regularmente. “Os técnicos vão levar um susto comparando o trabalho que viram no ano passado com o trabalho que verão neste ano, acredita a secretária da Produção, explicando que os resultados positivos a serem mostrados incluem também a GTA [Guia de Trânsito Animal] eletrônica, e o controle nos lacres dos caminhões transportadores.

A principal meta dos técnicos é conferir como Mato Grosso do Sul pode voltar a exportar com força total para a Europa. “Tanto é que eles mudaram um pouco o roteiro da visita. Uma equipe vai para a ZAV e outra vai ver as primeiras fazendas que nós já habilitamos na lista número 3 dos potenciais exportadores”, explicou a secretária.

Perspectivas

A intenção da missão técnica é verificar as condições sanitárias do Estado, de modo a aumentar o número de estabelecimentos autorizados a comercializar com o bloco econômico europeu. No final de 2008, duas propriedades – uma em Três Lagoas e outra em Campo Grande – foram habilitadas a exportar carne in natura para a União Européia.

O bloco exige que os animais sejam provenientes de Eras (Estabelecimentos Rurais Aprovados), devidamente certificados pelo Serviço Brasileiro de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos (Sisbov). Outras seis propriedades de Mato Grosso do Sul aguardam autorização para também vender para a Europa.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13