Rádios On-line
LANÇAMENTO

Nova Frontier aposta em preço menor na briga das picapes médias

Todo renovado, utilitário parte de R$ 166.700, mas não tem itens tão sofisticados quanto os das principais concorrentes mais equipadas

25 MAR 2017 - 16h:00Por Otávio Neto

A nova geração da Nissan Frontier chega no fim do mês a partir de R$ 166.700, primeiramente apenas na versão topo de linha, importada do México. É bem menos que a GM cobra pela S10 High Country (R$ 175.990) e que a Toyota pela Hilux SRX, de R$ 189.970. Também fica abaixo dos R$ 174.990 da Mitsubishi L200 Triton e da bem equipada Ford Ranger Limited (R$ 185.190).

Entretanto, não há tantos equipamentos sofisticados na Nissan Frontier, que tem o rodar confortável entre os principais destaques. Isso foi conseguido graças à estrutura com chassi com duplo C, quatro vezes mais rígido e 44 kg mais leve que o anterior. E com a suspensão multilink, que procura sempre manter as rodas em contato com o solo, independente da situação.

Esse conforto ficou evidente depois das novas mudanças feitas.  Rodar na cidade é importante, já que muita gente compra picapes médias por seu tamanho e status, usando o utilitário no dia a dia. 

A cabine tem um desenho agradável e que segue bem o estilo dos carros da Nissan. O volante multifuncional, por exemplo, é o mesmo dos outros modelos. Um dos pontos negativos é o acabamento em plástico duro, tanto no painel quanto nas portas.
Considerando que essa é a versão topo de linha, por R$ 166.700, e que quer conquistar o latifundiário interessado em uma caminhonete funcional e bem equipada, esperava por um acabamento que pudesse rivalizar com a Ford Ranger ou Volkswagen Amarok. Não é tão equipada quanto poderia (ou deveria) ser. Temos o básico, como ar condicionado de duas zonas, central multimídia com tela de 5 polegadas e computador de bordo. Sem dúvida uma camionete que impressiona e agrada pela robustez e elegância. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13