Rádios On-line
11559

Tráfego na MS-395 continua impedido para Anaurilândia

Equipes da regional da Agesul de Nova Andradina estão trabalhando no local para tampar cratera

5 FEV 2009 - 08h:22Por Redação

O tráfego de veículos pela MS-395, no trecho que liga Bataguassu a Anaurilândia, continua interditado, devido a uma cratera aberta no asfalto, causada pelas fortes chuvas que caíram na região, na noite de segunda-feira (2) para terça-feira (3).
Na hora do desabamento, provocando uma cratera, de uns 20 metros de extensão no asfalto, por volta da uma hora de terça-feira, trafegava pelo local um veículo Van, placa CQD 2538, da cidade de Presidente Prudente (SP). O veículo era conduzido por José Pereira Gonçalves Sobrinho, de 57 anos. Ele caiu na ribanceira, foi engolido pelo barro da cratera e acabou morrendo. O corpo da vítima somente foi encontrado, por volta das 7 horas de terça-feira (3), em meio à lama da cratera, pelo Corpo de Bombeiros de Bataguassu. Na Van, estavam também os passageiros Carlos Roberto Mutaguti, de 47 anos, e Roberto Alves de Macedo, de 65 anos. Eles conseguiram pular a tempo da Van e nada sofreram.
As causas da formação da cratera na pista da rodovia começaram a ser estudadas por uma equipe técnica da regional da Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul) de Nova Andradina, logo na manhã daquele dia.
De início, as causas do rompimento do asfalto teriam sido as fortes chuvas. A tubulação ali existente não teria suportado o volume da água e havia se rompido. Com isso, a enxurrada foi-se infiltrando pelo barro, provocando desabamentos e a formação da cratera, por baixo da camada de asfalto.

OBRAS

Na manhã de ontem (4), equipes da regional da Agesul de Nova Andradina deslocaram-se para o local para dar início às obras de recuperação da pista.
Por determinação do secretário estadual de Obras, Edson Giroto, o governo do Estado fará todo o empenho para “solucionar o problema no mais curto espaço de tempo possível”, segundo disse por telefone um funcionário da Agesul de Nova Andradina, identificado como José Antônio. Ele informou que o engenheiro Joel, chefe da regional da Agesul, estava de férias.
Segundo logo foi constatado, parte da tubulação do córrego Balaeiro, por onde passa a MS-395, na Fazenda Rincão, foi levada pela enxurrada.
Para quem precisa viajar para Anaurilândia, existem duas opções. A mais recomendada é trafegar pela BR 267, rodovia que liga Bataguassu a Campo Grande. A segunda opção é pela MS-395, de Bataguassu, sentido Casa Verde. Na altura do km 55, existe um desvio à esquerda que dá acesso a uma estrada de chão, com um percurso de uns 50 quilômetros, ligando Bataguassu a Anaurilândia, segundo informou José Antônio.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13