Rádios On-line
9114

Turismo internacional no Brasil bate recorde em 2008 e movimenta US$ 5,7 bi

A grande maioria de turistas é da América do Sul, Europa e Estados Unidos

26 JAN 2009 - 15h:04Por Redação

O turismo internacional registrou, em 2008, entrada recorde de dólares no país, informou hoje (26) a Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). A receita acumulada foi de R$ 5,7 bilhões, com crescimento de 16,8% em relação a 2007, que ficou em R$ 4,9 bilhões. Os dados divulgados pela Embratur foram enviados pelo Banco Central (BC) e  incluem trocas cambiais oficiais e gastos em cartões de crédito internacionais.

A presidente da Embratur, Jeanine Pires, explicou que cerca de 5 milhões de estrangeiros ingressaram no país no ano passado, número igual ao de 2007. A grande maioria de turistas é da América do Sul, Europa e Estados Unidos.

Ainda segundo a Embratur, os estrangeiros aumentaram o tempo de permanência no Brasil e estão gastando mais. “Esse é um indicador excelente para a nossa economia e demonstra a profissionalização do setor. Isso que nós só computamos os dados do Banco Central e certamente entre 10 a 15% de divisas entram no país com dinheiro trocado no exterior. Além disso, tivemos o dobro do crescimento mundial, que ficou em 7%, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT)”, disse Jeanine.


De acordo com a Embratur, os gastos dos turistas estrangeiros dinamizaram os setores de hotéis, bares e restaurantes, agências de viagens e comércio em geral, contribuindo para a geração de empregos e qualificação dos serviços prestados.

Jeanine afirmou que a entrada de divisas tem sido muito importante, principalmente, nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste ,que hoje recebem vôos internacionais diretos e antes precisavam passar por São Paulo e Rio de Janeiro.


“Os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina sempre receberam maior número de turistas estrangeiros, mas hoje novas regiões estão entrando no fluxo do turismo internacional. As regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste, consideradas economicamente carentes, estão se desenvolvendo e o emprego é melhor distribuído no país. Outros Brasis são descobertos pelos estrangeiros”, destacou.

A presidente da Embratur disse que em 2008 o turismo continuou sendo o primeiro item da pauta de exportações de serviços, mas que aguarda o resultado da balança comercial. “O Brasil ficou em 4º lugar em 2007 e esperamos que os números se repitam. Houve um evolução nos últimos anos. Em 2006, a indústria automobilística exportou mais que o setor turístico. Em 2007, os números se inverteram e o setor turístico passou a frente. No final de 2008, a indústria automobilística foi muito afetada. Já a entrada de divisas pelo turismo não comprometeu os resultados do final do ano”.

Os dados são confirmados por entidades internacionais. Segundo levantamento feito pela International Congress and Convention Association (ICCA), o Brasil é o oitavo país do mundo que mais recebe eventos internacionais e para a World Travel and Tourism Council (WTTC) é o 14º do mundo em atividades turísticas.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13