Rádios On-line
RESUMÃO

Veja as notícias que você precisa sair de casa sabendo nesta quinta-feira

Dilma exonera ministros para reforçar votação pró-governo na Câmara

14 ABR 2016 - 08h:30Por Valdecir Cremon

POLÍTICA

- Mais da metade dos senadores é a favor da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em um levantamento feito pelo jornal O Estado de S.Paulo, 42 se manifestaram favoráveis e apenas 17 contra. Outros dez afirmaram que ainda estão indecisos.

- A quatro dias da votação do impeachment pela Câmara, a presidente Dilma Rousseff faz disse ontem em entrevista coletiva que admite apenas uma possibilidade: ficar no cargo até o final do mandato. Ela rechaçou o clima de “já ganhou” da oposição, referiu-se a Sérgio Moro como “o juiz”, e acusou seu vice, Michel Temer, e Eduardo Cunha, presidente da Câmara, de serem sócios no “golpe”.

- A bancada do PTB na Câmara decidiu que votará favorável à admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Mas, não deixará o comando do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. O partido tem 19 deputados em exercício, sendo que 15 já se manifestaram favoráveis ao afastamento da presidente.

- A presidente Dilma Rousseff exonerou 4 ministros que têm mandato na Câmara para votarem contra o impeachment, neste domingo. Os exonerados são do PMDB: Celso Pansera (Ciência e Tecnologia), Marcelo Castro (Saúde) e Mauro Lopes (Aviação Civil). O outro ministro exonerado foi Patrus Ananias (Desenvolvimento Agrário), do PT, que se elegeu deputado em 2014.

ECONOMIA

- Com piora nos indicadores fiscais, Brasil deve registrar novo superávit primário apenas em 2020. A previsão é do FMI, o Fundo Monetário Internacional, que aponta para um déficit primário de 1.7% do Produto Interno Bruto neste ano e de 1.4% em 2017. A tendência deve se manter até 2020, quando o país deve registrar aumento de 0.9% em seus recursos para o pagamento de juros da dívida pública.

- As vendas no comércio registram a maior alta desde fevereiro de 2010. De acordo com o IBGE, o aumento foi de 1,2%. Para o mês é a maior taxa dos últimos seis anos, quando o índice atingiu 2,7%. Porém, houve queda nas vendas roupas e calçados; livros, jornais, revistas e papelaria; material para escritório, informática e comunicação, além de artigos de uso pessoal e doméstico.

GERAL

- Um homem de 23 anos foi morto com tiro na nuca, em Mundo Novo, durante a madrugada desta quinta-feira 914). Leandro José de Almeida chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu. Segundo testemunhas, ele foi atingido por um desconhecido, após uma briga em frente a uma lanchonete. O atirador fugiu.

- A região Oeste de Mato Grosso do Sul pode ter pancadas isoladas de chuva nesta quinta-feira. Também há possibilidade de chuva isolada no centro do Estado. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), hoje as temperaturas devem variar entre 20°C e 37°C.

- Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.808 da Mega-Sena, em sorteio foi realizado ontem em São Paulo (SP). As dezenas sorteadas foram: 02 - 14 - 20 - 25 - 41 - 45. A quina teve 141 apostas ganhadoras e cada uma levou R$ 31.327,32. A quadra teve 9.208 apostas ganhadoras, e cada uma levou R$ 685,29. Com o resultado, o prêmio acumulou para R$ 60 milhões, para o sorteio será realizado no sábado (16).

SAÚDE

- Novo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de Mato Grosso do Sul aponta uma queda nas notificações de dengue entre os dias 3 e 9 de abril. Enquanto nas duas semanas anteriores foram notificados, respectivamente, 1.105 e 1.623 casos, agora houve 985 notificações. No Estado já há 49.611 notificações, com 14 mortes.

- Confirmados 1.113 casos de microcefalia no país. O dado é do novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, em levantamento de 416 municípios, a maioria na região Nordeste. Outros 3.836 seguem em investigação e 2.066 foram descartados. Até agora houve  235 mortes suspeitas de microcefalia ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gestação.

Deixe seu Comentário