Rádios On-line

Vendas de títulos públicos pela internet atingem menor nível do ano em novembro

O número total de investidores cadastrados no programa totalizou mais de 300 mil

19 DEZ 2012 - 16h:18Por Redação

A venda de títulos públicos a pessoas físicas pela internet registrou o pior resultado do ano em novembro. Segundo balanço divulgado hoje (19) pelo Tesouro Nacional, os investidores cadastrados no Programa Tesouro Direto adquiriram R$ 217,57 milhões no mês passado. O montante representa cerca de um terço do recorde de R$ 616,92 milhões, em janeiro deste ano.

Os papéis corrigidos pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foram os mais procurados, concentrando 74,7% desse valor. Foi a maior participação mensal desses papéis desde o início da série. Em seguida, vieram os títulos prefixados (com juros definidos antecipadamente), cuja fatia nas vendas atingiu 19%. Os papéis vinculados à taxa básica de juros (Selic) corresponderam a 6,3% das vendas.

O número total de investidores cadastrados no programa totalizou 325.624, o que representa incremento de 19,7% nos últimos 12 meses. Somente em novembro, 3.957 participantes aderiram ao Tesouro Direto.

O programa de venda de títulos públicos pela internet foi criado em janeiro de 2002 para popularizar esse tipo de aplicação e permitir que pessoas físicas pudessem adquirir títulos públicos diretamente do Tesouro Nacional, sem intermediação de agentes financeiros. O aplicador só tem que pagar uma taxa à corretora responsável pela custódia dos títulos.

A venda de títulos é uma das formas que o governo tem de captar recursos para pagar dívidas e honrar compromissos. Em troca, compromete-se a devolver o valor com um adicional que pode variar de acordo com a Selic, índices de inflação, câmbio ou uma taxa fixa, definida antecipadamente.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13