Rádios On-line
MEIO AMBIENTE

8ª Campanha de Prevenção e Combate a Incêndios ocorrerá online

O lançamento da campanha será nesta sexta-feira (05), às 8h30

4 JUN 2020 - 16h:52Por Isabelly Melo

Nesta sexta-feira (05), Dia Mundial do Meio Ambiente, às 8h30 (horário de MS),  a Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas (Reflore/MS) e as empresas associadas lançam a “8ª Campanha de Prevenção e Combate a Incêndios”, por meio de uma Live no site reflore.com.br/live.

Escreva a legenda aqui

Devido a pandemia do novo coronavírus, a Associação fará pela primeira vez o lançamento de sua tradicional campanha ao vivo via Live, seguindo todos os protocolos de segurança e prevenção. Durante a transmissão serão divulgados dados relacionados aos focos de incêndios nos últimos anos no Estado, as consequências que as queimadas têm causado, formas de prevenção e combate e, as ações que estão previstas na campanha deste ano.

Segundo a organização, não é preciso fazer inscrição para acompanhar a live, basta acessar o site no horário informado. O tema da campanha deste ano será ´Fogo Mata´, "afim de criar uma consciência constante de prevenção, capacitar gradativamente o agronegócio para o combate e educar a sociedade civil sobre as perdas e os danos causados pelos incêndios”, disse Moacir Reis, presidente da Reflore/MS.

Participarão da Live de lançamento o presidente da Reflore/MS, Moacir Reis; Mauricio Saito, presidente do Sistema Famasul; Jaime Verruck, secretário de estado de meio ambiente, desenvolvimento econômico, produção e agricultura familiar do Governo de MS; Joilson Alves do Amaral, comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de MS e um representante do Ibama. Para evitar aglomeração, os participantes farão os discursos em ambientes separados, diretamente de seus locais de trabalho.

Queimar é crime

A proposta é mostrar o quanto a ação humana ainda é uma das maiores causas dos incêndios e que essas atitudes podem ser penalizadas. Os responsáveis por provocar incêndio em mata ou floresta, segundo o artigo 41 da Lei 9.605/98, podem ter como pena a reclusão, de dois a quatro anos, e multa. E em caso de crime culposo, a pena é de detenção de seis meses a um ano, e multa.

“Essa campanha, que está sendo lançada mesmo durante uma pandemia, é essencial para que o trabalho de conscientização tenha continuidade junto às populações urbanas e rurais, e para que haja redução dos riscos causados pelas queimadas. Os incêndios são perigosos e podem trazer graves consequências sociais, ambientais e econômicas”, destacou o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito. 

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos