Rádios On-line
A FORÇA DA LEI

Advogada pede mais espaço para mulheres

Decisão do STF determina a destinação de 30% do fundo partidário às mulheres

30 MAR 2018 - 11h:37Por Lucas Mamédio

A advogada Rachel Magrini Sanches, presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), defendeu, nesta semana, uma decisão do STF tomada no dia 16 de março que determina a destinação de 30% do fundo partidário às mulheres.

“Por força de lei, os partidos já precisavam ter 30% de mulheres candidatas, mas não era o suficiente por que o dinheiro destinado a elas não correspondia, com essa decisão, as coisas ficam mais justas”, afirmou Rachel.

De acordo com levantamento realizado na agência de dados Gênero e Número com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas últimas eleições, em 2016, quase 15 mil candidatas que se candidataram a vereadora e não tiveram nem um voto sequer. Foram 14.498 mulheres que se lançaram à disputa e terminaram zeradas na urna – ou seja, não votaram nem em si próprias. 

“Nós acreditamos que já para este ano de 2018, haverá um número bem maior de mulheres eleitas”, analisou a advogada.

Para Rachel Magrini, o financiamento privado das campanhas não será problema, já que a decisão do STF corrigiu a maior distorção em torno disso. 

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos