Rádios On-line
ENTREVISTA

Agronegócio sustentou economia de MS mesmo na pandemia

Secretário de Produção, Jaime Verruck destacou os bons resultados da economia

20 ABR 2021 - 14h:00Por Rosana Siqueira

Mato Grosso do Sul conseguiu obter um desempenho acima da média nacional mesmo em ano de pandemia. Aumento no PIB de 2,2%, expansão da área de plantio agrícola e de eucalipto, além de maior atração de indústrias. Estes foram alguns dos resultados destacados hoje pelo secretário de Estado de Produção, Meio Ambiente, e Agricultur Familiar, Jaime Verruck que foi o entrevistado do programa CBN Campo Grande.

"Mesmo em ano de pandemia conseguimos resultados positivos. Tivemos cresicmento do PIB de 2,2% foi o maior crescimento nacional. Isso mostra que houve geração de riquezas em MS que vieram do agronegócio e da agroindustrialização", salientou.
Ele lembrou que desde 2015 até hoje, MS incorporou quase 1 milhão de hectares de soja, "Isso representa um avanço de quase 40% de crescimento", frisou. Verruck lembrou ainda da dinâmica de crescimento no plantio de eucaliptos. "Só neste ano foram plantados 70 mil hectares de eucalipto adicionais. Tivemos a maior safra de milho da história. Ou seja os resultados foram salutares, com crescimento de arrecadação de equilíbrio fiscal que vieram do agronegócio", acrescentou.

Empregos - O secretário falou ainda na entrevista sobre a geração de empregos que também cresceu mesmo na pandemia. "Vários segmentos foram afetados pela pandemia, principalmente as micro e  pequenas empresas, setor de bares, restaurantes e hotéis e isso teve grande impacto nos empregos. Mesmo assim MS iniciou o ano com mais de 7 mil vagas. Ou seja acho que mesmo com a pandemia estamos crescendo. Isso é salutar pelo equilibrio que o Governo conseguiu chegar. Temos avanço nas exportações de soja, estimativa de preços altos, crescimento na exportação de bovinos, aves e suínos. Estas atividades estão dando sustentatação mesmo na pandemia", concluiu.

Deixe seu Comentário