Rádios On-line
11351
VIAGEM

Atenção às regras para bagagem de mão em aeroportos

Aeroportos de todo o país devem cumprir a normativa existente desde 2017

14 MAI 2019 - 10h:00Por Isabelly Melo

No início desta semana alguns usuários de transporte aéreo se depararam com a efetivação da campanha nacional sobre bagagem de mão em voos nacionais. Mas você sabia que essas regras existem desde 2017? As dimensões não foram mudadas agora, e você deve se atentar para não ser pego de surpresa em sua próxima viagem. 

Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) iniciou no dia 10 de abril deste ano uma campanha de orientação aos passageiros de voos domésticos, sobre a utilização da bagagem de mão. O objetivo da ação é reforçar as regras de viagens aéreas estabelecidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a partir de março de 2017, além de agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque, evitando atrasos e constrangimentos.

Porém, mesmo assim alguns passageiros foram pegos de surpresa, então atente-se para as regras que são cobradas em todos os aeroportos do brasil. Para a mala ser aceita como bagagem de mão, ela deve ter as seguintes medidas: 55cm de altura, 35 de largura e 25cm de profundidade. Como explica o assessor da ABEAR, David Maziteli.

As regras valem para embarques a partir de todos os aeroportos do país, a única novidade introduzida junto com a realização da campanha é a padronização das medidas máximas das bagagens de mão, aquelas que são transportadas sem custos adicionais e levadas pelo consumidor para dentro da cabine de passageiros. Caso o passageiro ultrapasse os limites padronizados pelas empresas em voos domésticos, será necessário realizar o despacho, podendo haver tarifa, dependendo do tipo de bilhete adquirido e de políticas de cada companhia aérea.

Além destas questões é necessário se atentar ao peso da bagagem, que não pode exceder 10kg, para garantir a segurança do dono e dos demais passageiros.

Mais informações sobre franquia de bagagem, dimensões da bagagem de mão e outras dúvidas podem ser sanada nos sites das companhias aéreas nacionais ou no site da Associação Brasileira das Empresas Aéreas.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos