Rádios On-line
CAMPO GRANDE

Aulas presenciais nas escolas municipais retornam em julho e turmas devem entrar em horários diferentes

Autoridades discutem escalonamento e previsão é que estudantes do matutino tenham opções de entrada às 7h, 7h15 e 7h30. Objetivo é evitar aglomerações nos ônibus.

22 JUN 2021 - 11h:00Por Loraine França e Thais Cintra

Há mais de um ano vivemos discussões a respeito da volta ou não de aulas presenciais, principalmente, nas escolas públicas. Mas, essa indefinição pode estar perto de acabar para a Reme (Rede Municipal de Ensino) de Campo Grande. Autoridades da Educação, vereadores, Ministério Público, OAB e até representantes do transporte público, buscam soluções para que os alunos possam voltar com segurança para as aulas nas escolas.

Entre as discussões está o escalonamento das turmar, que poderão ter horário de entrada diferenciados. Em reunião nesta segunda-feira (22), a proposta apresentada é a de que as turmas do matutino tenham opção de entrada às 7h, 7h15 e 7h30. O mesmo se aplicaria para o vespertino, com turmas chegando às 13, 13h15 e 13h30. O pequeno intervalo, de acordo com o presidente da Comissão de Transporte e Trânsito da Câmara Municipal, vereador Coronel Alírio Vilassanti (PSL), vai evitar que os ônibus fiquem superlotados, já que há preocupação com as aglomerações no transporte coletivo e terminais de embarque. 

Ainda segundo o vereador, também serão alinhados horários de funcionamento de serviços como o comércio e universidades, para diminuir o fluxo nos ônibus. No dia 30 deste mês, representantes dos setores e Ministério Público do Trabalho se reúnem com a Comissão de Transporte e Trânsito para debater as mudanças. 

 

Semed e profissionais da Educação

A secretária Municipal de Educação, Elza Fernandes, falou à CBN sobre o calendário das aulas nas escolas públicas. Com retorno agendado para o dia 26 de julho, as escolas já começam a se preparar para receber as turmas. O ensino deverá ser retomado de forma híbrida. 

Ouça:

 

A CBN também conversou com o presidente do Sindicato campo-grandense dos Profissionais da Educação, Lucílio Nobre, sobre a opinião da classe a respeito da volta às aulas.

Ouça:

 

 

 

Deixe seu Comentário