Rádios On-line
PEDIDO DE INCLUSÃO

Bancários fazem carreata reivindicando vacinação contra a covid-19

Movimento pede à SES celeridade em imunização da categoria que está na lista de serviços essenciais

16 JUN 2021 - 17h:05Por Thais Cintra

ACESSE O LINK ABAIXO PARA OUVIR A MATÉRIA:

Os bancários da capital realizaram uma carreata nesta quarta-feira (16), para alertar sobre a importância da inclusão da categoria como grupo prioritário na vacinação contra a Covid-19. A concentração iniciou às 8h30 em frente à Federação dos Trabalhadores (Fetems), e seguiu em direção ao Parque dos Poderes na Secretaria Estadual de Saúde (SES). No local, os trabalhadores se reuniram com o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende, reivindicando prioridade no Plano Nacional de Imunização (PNI).

O secretário estadual de saúde demonstrou sensibilização com o pedido da categoria e informou que a solicitação será encaminhada para os órgãos nacionais como o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI).

Segundo a presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região (SEEBCG-MS), Neide Roddrigues, o bancário presta um serviço essencial e desde o início da pandemia não cessaram as atividades. "Não paramos porque a população precisa de atendimento. Se a categoria não pode parar, precisa ser vacinada o quanto antes, precisa ter prioridade”, afirmou. 

Ainda conforme o sindicato, a atividade bancária é considerada essencial através do Decreto n° 10.282 de 20 de março de 2020, mas os bancários não foram incluídos nas prioridades do PNI contra a Covid-19. A entidade reforça que são os bancários estão na linha de frente de agências da Caixa Econômica Federal e atendem milhares de pessoas em busca do auxílio emergencial ou de outros importantes benefícios sociais, como FGTS, PIS, Bolsa Família, Seguro Desemprego, entre outros.

No final de maio, um surto foi registrado na agência da Caixa na Avenida Bandeirantes, na Capital. Dos 21 empregados da unidade, seis testaram positivo para o coronavírus na mesma semana. Além disso, também estavam contaminados um segurança e uma faxineira. “Outras categorias já foram incluídas como prioridade e o trabalhador bancário, que está todos os dias exposto ao vírus, no atendimento à população, ainda não recebeu a vacina, é um risco para a categoria e para o cliente”, ressaltou.

O sindicato já solicitou a inclusão dos bancários como grupo prioritário na vacinação contra covid-19 para as secretarias de saúde do estado e dos municípios da sua base, que engloba Campo Grande e outros 27 municípios.

Informações da Assessoria

 

 

Deixe seu Comentário