Rádios On-line
7929
ASSEMBLEIA

'Calmo e tranquilo', diz Mochi sobre chefe de segurança executado na capital

Após decreto de luto, presidente da Assembleia Legislativa lamentou a morte do PM. Idoso foi executado com mais de 35 tiros de fuzil em avenida de Campo Grande.

12 JUN 2018 - 11h:21Por Ronie Cruz/CBN

Um dia após a execução do chefe de segurança da Assembleia Legislativa, o presidente da Casa Junior Mochi (MDB) disse que Ilso Martins de Figueiredo, de 62 anos, nunca apresentou qualquer ato que desabonasse sua conduta. O idoso foi morto a tiros de fuzil enquanto ia para o trabalho nessa segunda-feira (11) em Campo Grande. Imagens gravadas por câmeras de segurança mostram o momento em que o veículo da vítima é perseguido pouco antes dos disparos. (veja aqui)

Saiba mais na reportagem de Ronie Cruz:

Deixe seu Comentário

JORNAL DO POVO

Rádio CBN Campo Grande

Ver Todos os Vídeos
7300