Rádios On-line
DIEESE

Campo Grande tem queda de 4,67% o custo da cesta básica

Valor gasto para compra da cesta ficou em R$ 551,58

5 MAR 2021 - 11h:12Por Rosana Siqueira

O custo médio da cesta básica de alimentos m Campo Grande recuou 4,67% em fevereiro, segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 17 capitais. Campo Grande teve a maior queda entre as capitais pesquisadas de -4,67%, Brasília ficou em -3,72%, Belo Horizonte -3,16%, Vitória -2,46% e Goiânia -2,45%.

Em 12 meses, ou seja, entre fevereiro de 2020 e fevereiro de 2021, o preço do conjunto de alimentos básicos teve alta em 23,84% na Capital. No ano a queda ficou em 4,32%, em Campo Grande. O custo da cesta na Capital ficou em R$ 551,58. O Valor da cesta básica para uma família, composta por quatro pessoas ficou em R$ 1.654,74

Com preço médio de R$ 7,42, o Feijão carioquinha (10,23%) foi o produto com maior variação no mês passado, em seguida vem o café em pó (3,63%), o leite integral (1,15%) e o pão francês (0,44%).

Pelo segundo mês consecutivo, o produto com retração mais expressiva em Fevereiro foi a batata (-28,94%), com preço médio de R$ 3,02 o quilo.  Além do tubérculo, registraram recuo de preços: tomate (-27,53%), banana (-9,84%), arroz agulhinha (-8,86%), manteiga (-3,88%), óleo de soja (-1,61%), açúcar cristal (-1,52%), farinha de trigo (-0,81%) e carne bovina (-0,73%).  A jornada de trabalho necessária para adquirir uma cesta básica foi de 110 horas e 19 minutos.

jpnews · Campo Grande tem queda de 4,67% no custo da cesta básica

 

 

Deixe seu Comentário