Rádios On-line
CAMPO GRANDE

Castramóvel entra em operação na segunda quinzena de abril

Atendimento ocorrerá em bairros de maior vulnerabilidade

6 ABR 2021 - 14h:01Por Isabelly Melo

A primeira unidade móvel para realização de castração de cães em regime de mutirão de Campo Grande está prevista para entrar em operação ainda neste mês. Inicialmente, a previsão é realizar 20 procedimentos por fim de semana. O serviço de castramóvel, como é popularmente conhecido, irá percorrer bairros com maior vulnerabilidade social, afim de contribuir com o controle de zoonoses e populacional destes animais.

Segundo a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Juliana Rezende, a expectativa é de que a primeira ação seja realizada no dia 25 de abril, último domingo do mês. A logística e os últimos detalhes em relação ao cronograma de execução devem ser finalizados até a próxima semana.

O levantamento e o engajamento social da população a ser atendida será realizado com apoio de Agentes Comunitários de Saúde (ACESs), as informações serão baseadas também nos dados do serviço de assistência social.

O primeiro local a receber a ação ainda será definido, no entanto, deverá estar dentro da faixa de vulnerabilidade estabelecida no levantamento feito pelo Município. “Alguns bairros como Jardim Veraneio, Núcleo Industrial e Portal Caiobá, estão entre os cotados para receber ação”, informou a coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Juliana Rezende.

O serviço irá atender somente cães, machos e fêmeas, com mais de seis meses de idade. Os procedimentos seguirão todos os critérios previstos na resolução do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV-MS), nº 91 de janeiro de 2020.

Em razão da pandemia, o trabalho de educação em saúde, como orientações sobre o combate e prevenção da leishmaniose, guarda responsável e saúde pública, deverá ser reformulado.

Conforme a coordenadora, este trabalho de engajamento social visa conscientizar a população sobre a importância do controle da natalidade, assim como para prevenir maus tratos e abandono. Atualmente a população canina é de cerca de 160 mil animais no município.

A castração de felinos continuará sendo realizada no CCZ através de agendamento prévio online. Os procedimentos chegaram a ser paralisados em razão da pandemia de Covid-19, mas já retornaram. O agendamento é feito todo dia 20 de cada mês pelo site castracao.campogrande.ms.gov.br.

Castramóvel

O investimento na unidade foi de R$ 198,3 mil, sendo R$ 100 mil provenientes de emenda parlamentar do deputado estadual Márcio Fernandes e R$ 98,3 mil de recursos próprios. O município fez a aquisição de um veículo adaptado, no valor de aproximadamente R$ 195 mil para transporte do insumo necessário para castrações, gaiolas e a equipe do CCZ, para dar suporte às ações.

 

Deixe seu Comentário