Rádios On-line
ATAQUE DE PITBULL

Chegada de bebê na família pode influenciar

Especialista explica que o ambiente em que o animal vive pode não atender às suas necessidades, e causar distúrbios de comportamento

9 FEV 2019 - 09h:47Por Ingrid Rocha

Um bebê de 8 meses foi atacado por um cão da raça pitbull, na noite de quarta-feira (6), em Antônio João. A menina chegou a ser socorrida pelos pais, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O cachorro pertence aos pais da criança.

Um dos motivos do ataque, de acordo com o especialista em comportamento animal, Diogo Cesar Gomes, pode ter sido influenciado pela mudança na rotina da casa, com a chegada da criança. “Mudança na dinâmica da família, mudança na atenção na relação com o cão potencializa isso”. 

Também de acordo com o especialista, o ambiente em que o animal vive pode não atender às suas necessidades, e causar distúrbios de comportamento. “Animais que não são socializados, que não têm uma rotina de interação adequada com outras pessoas, com os outros cães, que não tem as suas necessidades físicas e mentais atendidas, tendem a se estressar mais.”

A agressividade de cães como o pitbull aparece quando são filhotes. Os donos, de acordo com o especialista em comportamento animal, podem perceber e caso eles não busquem tratar essa caraterística do cão e não atendam suas necessidades, essa agressividade pode agravar.

COMO FOI

A bebê, que completaria 9 meses essa semana, brincava na sala da casa quando foi atacada a mordidas em várias partes do corpo. Os pais levaram a criança ao Hospital Municipal da cidade, onde chegou em estado grave e acabou não resistindo. A morte foi confirmada pouco tempo depois.
O animal foi levado para a casa de um tio da menina, que é veterinário. A polícia vai investigar vai investigar se houve omissão de cuidados com o animal por parte dos donos.

Deixe seu Comentário