Rádios On-line
SAÚDE

Começou hoje 3ª etapa de vacinação contra a influenza

Mato Grosso do Sul espera imunizar 973.841,4 pessoas

9 JUN 2021 - 16h:01Por Isabelly Melo

Iniciada nesta quarta-feira (09), a terceira etapa da campanha de vacinação contra a Influenza segue até 09 de julho. A estimativa é vacinar 90% de 1.082.046 de pessoas que compões os públicos prioritários até o final da campanha.

Nesta fase, podem se vacinar pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores do sistema rodoviário e portuário, forças de segurança e das forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas.

A estimativa é vacinar 90% de 1.082.046 de pessoas que compõem os públicos prioritários, sendo que, até o momento, Mato Grosso do Sul atingiu 29% de cobertura vacinal com 315.578 pessoas vacinadas, destas 134.454 crianças, 93.218 idosos, 36.324 indígenas, 29.151 trabalhadores de saúde, 11.352 gestantes, 7.190 professores e 2.038 puérperas.

Rosângela Laier, enfermeira do Sabin

Rosângela Laier, enfermeira do Sabin, trabalha com imunização há oito anos e reforça a importância da vacinação anual contra a gripe. “A vacina de influenza deve ser realizada todos os anos porque a cepa do vírus circulante se modifica, então, a vacina é reformulada a cada ano”, esclareceu.

Conforme a profissional, crianças podem se imunizar a partir dos seis meses de idade, sendo que, caso seja a primeira vez, é preciso ter de tomar uma segunda dose de reforço. “Na primovacinação, que é a primeira vez que a criança realiza a vacina, ela deve tomar duas doses, com intervalo de 30 dias entre essas duas doses. Isso vale para crianças de seis meses a nove anos de idade. A partir dos próximos anos é dose única anual”, explicou

Como a campanha de vacinação contra influenza é simultânea com a imunização contra covid-19, a orientação é que aqueles que receberam a imunização contra a covid aguardem o intervalo de 15 dias para receber a vacina contra a influenza.

“Lembrando para que fiquem atentos e não deixem de tomar a vacina da influenza porque é um vírus circulante nesse período, inclusive com sintomas que podem ser confundidos com outras doenças respiratórias, então, por isso a importância de realizar a vacina de influenza mesmo que já tenha recebido a da covid-19”, finalizou Rosângela.

Deixe seu Comentário