Rádios On-line
ECONOMIA

De março a maio, 1.651 empresas foram abertas em MS

Para funcionar durante a pandemia, novos negócios precisam adotar o protocolo de biossegurança, como explica o analista do Sebrae/MS, Vitor Gonçalves Faria

2 JUL 2020 - 11h:08Por Ingrid Rocha/CBN

A Maira Alencar começou a vender sobá há alguns meses para complementar a renda. A decisão veio após o marido fechar o pensionato, por causa da pandemia do novo coronavírus, já que no local, ficavam estudantes de outras cidades. As vendas acontecem uma vez por mês, sob encomenda. O novo negócio tem dado tão certo, que Maira pretende dar continuidade após a pandemia.

O uso de máscara também fez surgir um outro mercado. A Maryel Ojeda, percebeu nas redes sociais, as pessoas reclamando sobre o incômodo com as máscaras que estavam disponíveis. Ela então decidiu inovar e começou a confeccionar máscaras no ateliê, que inclusive, criou no início da pandemia. Atualmente, Maryel fabrica em média 45 máscaras por semana e a renda tem ajudado a pagar as contas.

Esses são alguns dos exemplos de pessoas que estão buscando outras alternativas durante este período de pandemia. Segundo dados divulgados pelo Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul, 1.651 empresas foram abertas entre os meses de março e maio no estado. Ouça os detalhes na reportagem:

jpnews · De março a maio, 1.651 empresas foram abertas em MS

 

Deixe seu Comentário

Maílson interno

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos