Rádios On-line
8935
POLÍTICA

Deputado Paulo Corrêa quer formar ‘mesa plural’ na Assembleia Legislativa

Indicado pelo PSDB, candidato à presidente da ALMS diz contar com 19 votos - quantidade suficiente para conquistar o cargo

8 DEZ 2018 - 08h:05Por Loraine França

O deputado estadual Paulo Corrêa, que disputa a Presidência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) conseguiu, na última quinta-feira (6), apoio de Jamilson Name (PDT). Com isso, o candidato conta com 19 dos 24 votos de deputados para a nova composição da mesa diretora da ALMS, que tem eleição prevista para dia 1° de fevereiro do próximo ano. 

Em entrevista à rádio CBN Campo Grande nesta sexta-feira (7), Corrêa falou que espera compor uma mesa diretora "plural" na Casa. “Estamos construindo e vamos conversar com o outros 23 deputados estaduais. Eu quero tentar fazer uma mesa plural e, dentro dessa mesa plural e democrática, quero que estejam representados os grandes partidos, as bancadas, mas, também, a minoria”.

O tucano já possui apoio da bancada do MDB, segunda maior da Assembleia, composta pelos deputados Márcio Fernandes, Eduardo Rocha e Renato Câmara. Outro apoio a Corrêa vem do "G6", integrado por Coronel David (PSL), Neno Razuk (PTB), Evander Vendramini (Progressistas) e Gerson Claro (Progressistas), Lucas de Lima (SD) e Herculanos Borges (SD). Do Partido dos Trabalhadores (PT), o apoio vem de Cabo Almi e Pedro Kemp; do DEM, Barbosinha e Zé Teixeira e, do PSD, Londres Machado. Paulo Correa também vai contar com os votos de Felipe Orro, Rinaldo Modesto e Marçal Filho. 

“Convidei o MDB para fazer parte da chapa, pleiteei uma primeira vice-presidência, que é coisa que vamos discutir. [Tudo] é uma construção. Temos 7 cargos na mesa diretora da Casa. Presidente; três vice-presidentes, primeiro, segundo e terceiro e, três secretários”, explica.

Eleição
A nova mesa diretora da Assembleia Legislativa deve ser escolhida no dia 1º de fevereiro de 2019. Para se eleger, Paulo Corrêa precisa da metade dos votos mais um, totalizando, assim, 13. 

O deputado relatou que expectativa é de melhorias em Mato Grosso do Sul com a reeleição do governador e Reinaldo Azambuja (PSDB) para o segundo mandato. Para o país, Corrêa acredita que a nova Presidência da República vai mudar a forma de governar. “Vai ser um governo melhor. Se o Reinaldo conseguiu, nessa crise que nós atravessamos o país, com certeza ele vai fazer uma administração muito melhor agora que o país tem a expectativa e esperança de um novo governo que governe de modo diferente de tudo o que ficou para trás”.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN Campo Grande

Ver Todos os Vídeos