Rádios On-line
7931
POLÍTICA

Deputados federais de MS têm 76% de assiduidade na Câmara

Levantamento de presença de deputados e senadores no Congresso Nacional é feito anualmente pelo portal Congresso em Foco

13 JAN 2018 - 08h:51Por Lucas Mamédio

Levantamento realizado pelo portal de notícias Congresso em Foco, especializado em acompanhar o desempenho dos eleitos para atuar no parlamento nacional, revelou que a média de assiduidade dos parlamentares de Mato Grosso do Sul foi de 76% em 2017, abaixo da média nacional, que ficou em 84%. Somadas, das 940 sessões possíveis em que os oito deputados federais eleitos por Mato Grosso do Sul poderiam estar presentes, eles frequentaram 715. 

A bancada federal não participou de 125 sessões, sendo 24 sem justificativa e 101 com justificativa.
A parlamentar mais assídua foi a deputada Tereza Cristina (PSB), que faltou a sete das 119 sessões possíveis, uma média de 94% de assiduidade. Todos os deputados tiveram 119 sessões possíveis. A única exceção é o deputado licenciado Carlos Marun (PMDB), que poderia participar de 117, porque assumiu o Ministério da Secretaria do Governo no fim de 2017. Inclusive, de acordo com o levantamento, Carlos Marun foi o deputado mais faltoso da bancada sul-mato-grossense, com 28 faltas registradas, o que representa uma assiduidade de 76%.

Entre o primeiro e o último colocado estão ainda: Geraldo Resende (PSDB) com 93% de assiduidade, Zeca do PT (PT) com 92%, Vander Loubet (PT) com 91%, Henrique Mandetta (DEM) com 88%, Dagoberto Nogueira (PDT) marcando 82% e Elizeu Dionizio (PSDB) com 78%. 

O portal Congresso em Foco já havia divulgado anteriormente a assiduidade dos senadores. Todos os três representantes de Mato Grosso do Sul tiveram 65 sessões possíveis. O senador Pedro Chaves (PSC) teve três faltas, seguido pela Senadora Simone Tebet (PMDB) com duas faltas e por Waldemir Moka (PMDB), com uma falta registrada.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN Campo Grande

Ver Todos os Vídeos
7300