Rádios On-line
8591
AGRONEGÓCIO

Enchente surpreendente na Austrália mata meio milhão de bovinos

Em pouco mais de 10 dias caíram 800 milímetros depois de 7 anos sem chuvas. Prejuízos passam dos US$ 200 milhões

13 FEV 2019 - 06h:37Por Éder Campos

Pecuaristas australianos de Queensland ainda estavam comemorando a chegada das chuvas com grande expectativa de recuperação, depois de 7 anos de seca. No entanto, a expectativa foi frustrada depois que tempestades devastadoras caíram sobre o Estado, a maior da história.

De acordo com informações do Clima Tempo, a passagem de um ciclone tropical foi o responsável pelas chuvas torrenciais na Austrália. No início da semana, algumas áreas de Brisbane, ao sul de Queesland, receberam mais de 400 milímetros de volume fazendo com o que o total de chuva acumulado em 13 dias ultrapassasse a marca dos 800 milímetros. Esta quantidade é maior do que média anual de chuva de muitas áreas do Nordeste do Brasil. 

Depois que chuva cessou, inúmeras carcaças permanecem agora decompondo em um calor recorde do verão e, (Adelaide teve seu dia mais quente em 2019, registrado em 24 de janeiro, chegando a 46,6 ° C) se não forem enterradas ou queimadas logo, representarão um grande risco à saúde dos habitantes. Na internet vários vídeos mostram dezenas de animais mortos amontoados em meio à devastação.
Segundo criadores de gado e executivos da indústria frigorífica, o pior ainda pode estar por vir, o enorme impacto econômico e o tempo para a recuperação da pecuária local.

Um setor que gera bilhões de dólares foi deixado em farrapos. Autoridades australianas estimam que cerca de 500.000 cabeças de gado, no valor de US$ 300 milhões de dólares australianos (US$ 213 milhões americanos), morreram pelas inundações ao norte de Queensland desde que a chuva começou no final do mês passado.

A indústria de carne bovina da Austrália é um dos maiores impulsionadores econômicos do país, com exportações em 2017 de US$ 5,3 bilhões americanos. No mercado interno, o faturamento é cerca de US $ 6,1 bilhões (US $ 8,6 bilhões australianos) em carne bovina, números de julho de 2017 até junho de 2018, segundo a associação Meat & Livestock Australia.

O diretor-executivo da Agforce Queensland, (organização que representa os produtores rurais) Michael Guerin, descreveu a inundação como uma crise humanitária e um desastre de proporções sem precedentes. “É difícil acreditar que em apenas uma semana, desde as primeiras chuvas em cinco anos, se transformou em horror diante dessa inundação devastadora e sem precedentes que se seguiu", afirmou.

"Embora não saibamos toda a extensão das perdas de gado e danos à infraestrutura até que a água recue totalmente, é certo que a indústria levará décadas para se recuperar”, lamenta Guerin.

Muitos dos animais que sobreviveram, ainda não podem ser alcançados, pois as estradas estão intransitáveis. Autoridades recorreram ao uso de helicópteros para fornecer alimento aos que sobreviveram. Ainda assim, as áreas afetadas são tão vastas que podem não conseguir atingir todos os animais ilhados.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos