Rádios On-line
PANTANAL

Equipes avaliam impactos do fogo, deixam comida e colocam câmeras

Campanhas e ações estão em andamento para levantar recursos

20 NOV 2020 - 17h:21Por Gabi Couto/CBN/Assessoria de Imprensa

No ano em que o fogo consumiu mais de 4,3 milhões de hectares no Pantanal - 2020, o trabalho das equipes nos meses de novembro e dezembro é de assistencialismo. Dentre as ações está a distribuição de alimentos, instalação de câmeras Traps e avaliação dos impactos do fogo nas espécies monitoradas há cinco anos na Serra do Amolar.

Uma equipe capacitada pelo Instituto Homem Pantaneiro – IHP, liderada pelo Médico Veterinário, Diego Viana, está em campo realizado este trabalho. “Levando em consideração que as chamas iniciaram em janeiro e persistiram até este mês de novembro, não há dúvidas de que a maioria das espécies tiveram seus períodos reprodutivos afetados, além disso muitos animais foram encontrados mortos pelo fogo, sendo que alguns estão na lista de espécies ameaçadas de extinção da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza)”, relata Diego.

Equipes estão monitorando os animais impactados pelo fogo para levantamento de estimativa de espécies atingidas e quantitativos. Até o momento o levantamento é que 18 animais foram resgatados, sendo 10 espécies diferentes. Oito deles já foram soltos na Serra do Amolar, após serem tratados.

Além do IHP, várias organizações ainda estão trabalhando na linha da frente para minimizar os estragos causados pelo fogo. “Fomos, como parte da natureza, atingidos de forma fulminante pelo fogo. Precisamos de toda energia para restaurar a paisagem da Serra do Amolar”, afirma Coronel Ângelo Rabelo, diretor do Instituto do Homem Pantaneiro.

Os cuidados com a fauna sobrevivente são essenciais, porém a preocupação também é na criação de estratégia para lidar com o fogo, que deve voltar no próximo ano e com a mesma intensidade.

Campanhas e ações estão em andamento para levantar recursos para os trabalhos das equipes. Entre elas o “Juntos Vamos Mais Longe” com doações diretas no site do IHP: www.institutohomempantaneiro.org.br/participe , o movimento “O Pantanal Chama” co-criado pelo Instituto SOS Pantanal, UniãoBR e por Luan Santana, o qual possui um site que está coletando assinaturas em seu manifesto e doações: opantanalchama.sospantanal.org.br e o Pantanal com Arte, idealizado pela Aplaudo Produções que está com arrecadações no modo vaquinha coletiva com a campanha “Sobrevive Pantanal” em www.catarse.me/sobrevive_pantanal

Desta forma, com as arrecadações que forem destinadas ao IHP pretende-se:

realizar o reconhecimento de áreas possíveis para ilhas de alimentação para fauna na Serra do Amolar;
implementar e manter ilhas de alimentação para a fauna na Serra do Amolar;
manter equipe de resgate de fauna em campo;

Custear despesas com embarcação com motor, veículo 4x4 com caçamba, combustível, alimentação, contratação de técnicos especialistas em fauna impactada pelo fogo, medicamentos e suporte para os animais;
Custear despesas com o apoio a comunidade, como agua potável, alimentos não perecíveis – cestas básicas, gás de cozinha, inovações para garantir energia e água potável para todos na Serra do Amolar, treinamentos e capacitação em áreas diversas para incentivar outras formas de desenvolvimento sustentável na região;
Implementar brigada permanente para minimizar prejuízos futuros com as próximas queimadas.

Outros tipos de ajuda, como por exemplo doação de frutas e água, estão sendo de suma importância para alimentação dos animais e hidratação da equipe de trabalho. Até o momento se computou a doação de mais de 20 toneladas de frutas e já foram distribuídas cinco. As doações podem ser entregues das 8h às 11:30 e das 14H às 17:30h no IHP – Ladeira José Bonifácio, 171 – Corumbá/MS.

São parceiros do IHP o Grupo de Resgate Técnico de Animais do Pantanal - GRETAP, Instituto do Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul - Imasul, Conselho Regional de Medicina Veterinária – CRMV/MS, Secretaria de Estado de Meio Ambiente - Semagro, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA e Força Aérea do Brasil – Esquadrão Onça.

Deixe seu Comentário

Rádio CBN CG

Ver Todos os Vídeos