Rádios On-line
ELEIÇÕES 2018

Grupo RCN realiza segunda sabatina com candidatos ao governo do Estado

Quatro emissoras de rádio e a TVC HD - Canal 13.1, além de mídias digitais, serão interligados para a transmissão de entrevistas

22 SET 2018 - 08h:41Por Lucas Mamédio

O Grupo RCN de Comunicação realiza a partir desta segunda-feira (24) uma rodada de entrevistas com os candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul na campanha eleitoral deste ano. A entrevistas serão transmitidas simultaneamente pelas rádios CBN Campo Grande, Cultura FM de Paranaíba, Cultura FM de Aparecida do Taboado e Cultura FM Três Lagoas, além da TVC HD - Canal 13.1 e em todas as páginas do Grupo RCN e da CBN Campo Grande no Facebook.

A série vai alcançar mais de 40 cidades do Estado e o público poderá fazer perguntas sobre propostas dos candidatos ou de problemas da região onde mora.

As entrevistas serão feitas nos estúdios da rádio CBN, em Campo Grande, e terão duração de uma hora, a partir das 9h; serão divididas em quatro blocos de 15 minutos cada. Caso haja 2° turno, já está pré-agendado uma terceira rodada de entrevistas.

“A ideia do Grupo RCN é extrair dos candidatos as propostas que serão colocadas em prática, em caso de eleição. Serão entrevistas propositivas, com espaço suficiente para o candidato falar de seu plano de trabalho aos sul-matogrossenses e responder perguntas de nossos jornalistas”, disse o diretor-geral do Grupo, Rosário Congro Neto.

AGENDA
O primeiro entrevistado será Júnior Mochi (MDB), no dia 24; João Alfredo (Psol) dará entrevista no dia 25; Marcelo Bluma (PV), dia 26; Reinaldo Azambuja (PSDB), dia 27; Odilon de Oliveira (PDT) será entrevistado no dia 28, e, na segunda-feira, dia primeiro de outubro, será entrevistado o candidato Humberto Amaducci, do PT.

A ordem das entrevistas foi definida em acordo do Departamento de Jornalismo do Grupo RCN/CBN com os candidatos. As regras serão iguais para todos. 

A CBN Campo Grande foi o primeiro veículo de comunicação do Estado a entrevistar os candidatos ao governo, logo após as convenções, em agosto. Também já foram entrevistados 12 candidatos ao Senado e cinco dos seis candidatos a vice-governador, além de três candidatos à Presidência da República.

“Nas entrevistas será mantida a mesma imparcialidade das anteriores, cumprindo nosso papel de veículo de comunicação de massa. Existe uma missão a ser cumprida, que é a de informar o público, especialmente neste momento tão importante para o país”, disse Rosário Congro Neto.

Deixe seu Comentário