Rádios On-line
STJ

Liminar libera André Puccinelli e filho para passar Natal em casa

Eles estavam presos há cinco meses, depois da quinta fase da Operação Lama Asfáltica

19 DEZ 2018 - 15h:25Por Kleber Clajus

Liminar do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) assegurou, nesta quarta-feira (19), liberdade ao ex-governador André Puccinelli e seu filho, o advogado André Puccinelli Júnior. Eles estavam presos há cinco meses no Centro de Triagem Anízio Lima, em Campo Grande, depois da 5ª fase da Operação Lama Asfáltica.

Defensor dos Puccinelli, o advogado Rennê Siufi ressaltou que ambos podem sair da prisão em até 48 horas. Ele ainda lembrou que a decisão é liminar, cabendo análise do mérito, contudo assegura que pai e filho passem o Natal com seus familiares.

Havia pedido de celeridade na concessão do habeas corpus, uma vez que o Judiciário entra em recesso nesta quinta-feira (20). Decisão da ministra Laurita Vaz confirmou a liberdade na véspera, mas seu teor será publicado em fevereiro no retorno dos trabalhos.

Medida similar foi concedida, em outubro, ao advogado João Paulo Calvez. Ele foi preso junto com o ex-governador e seu filho na Operação Papiros de Lama, que apurou suposta lavagem de dinheiro por meio da confecção de livros do Instituto Ícone. De acordo com a Polícia Federal, João Paulo figurava como dono da empresa, mas na verdade seria um "laranja" do advogado André Puccinelli Júnior.

Operação - Desde 2015, a força tarefa composta pela Polícia Federal, Receita Federal e Controladoria-Geral da União busca desarticular organização criminosa, formada por empresários e agentes públicos, especializada em desviar recursos federais mediante fraude em licitações e superfaturamento de contratos com o governo estadual.

Entre as áreas de atuação dos investigados estão a pavimentação de rodovias, construção de vias públicas, limpeza urbana, prestação de serviços de informática e produção gráfica.

 

Deixe seu Comentário